Abrafiltros entrega Relatórios Anuais aos governos estaduais com resultados do programa Descarte Consciente em 2018

18/10/2019

 

 

 

Relatórios do programa de logística reversa de filtros usados do óleo lubrificante automotivo foram entregues às Secretarias de Meio Ambiente dos estados de SP, PR, ES. 

 

A Abrafiltros – Associação Brasileira das Empresas de Filtros e seus Sistemas – Automotivos e Industriais, entregou às Secretarias Estaduais de Meio Ambiente de São Paulo, Paraná e Espírito Santo, os Relatórios Anuais de 2018 do Descarte Consciente Abrafiltros, programa de logística reversa de filtros usados do óleo lubrificante automotivo. 

 

Somados todos os relatórios estaduais e clipping impresso, o trabalho totaliza 1.485 páginas e apresenta informações detalhadas do programa, seguindo as determinações legais. 

 

“O programa Descarte Consciente Abrafiltros vem avançando e cumprindo as metas estabelecidas pela lei, em prol do meio ambiente. É uma referência em sistemas de logística reversa”, comenta João Moura, presidente da Abrafiltros. 

 

É importante ressaltar que a Abrafiltros já havia entregue em março, os dados do Relatório Anual de Sistema de Logística Reversa para o Estado de São Paulo, conforme prevê a Decisão de Diretoria Cetesb 07/2018/C. “Os relatórios anuais  entregues a partir do final de agosto seguem o padrão da Abrafiltros e apresentam todos os dados comprobatórios da rastreabilidade do sistema, como planilhas de coleta, notas fiscais de remessa, certificados de coprocessamento e ações de comunicação, que garantem a confiabilidade do programa para os órgãos ambientais e empresas associadas participantes&rdquo ;, explica Marco Antônio Simon, gestor do programa.   

 

Criado em julho de 2012 em São Paulo, o programa, que se estendeu ao Paraná em fevereiro de 2013, e Espírito Santo em 2015, já reciclou mais de 15 milhões de filtros usados do óleo lubrificante automotivo até agosto de 2019. Em 2020, a previsão é de implementar também no Mato Grosso do Sul, a depender da aprovação governamental da proposta de implantação e tramitações legais, em atendimento à legislação.

 

No processo de reciclagem, o metal é encaminhado para siderúrgicas; o óleo contaminado para rerrefino; e os demais componentes para coprocessamento em cimenteiras (geração energética). O programa é totalmente custeado pelas empresas participantes do sistema e não há qualquer tipo de retorno financeiro. 

 

Atualmente, 16 empresas fazem parte do programa: Cummins Filtration do Brasil; Donaldson do Brasil Equipamentos Industriais Ltda.; Ford Motor Company; General Motors do Brasil Ltda.; Hengst Indústria de Filtros Ltda.; Magneti Marelli Cofap Fabricadora de Peças Ltda.; Mahle Metal Leve S.A.; Mann+Hummel do Brasil Ltda./Filtros Wix; Parker Hannifin Indústria e Comércio Ltda. – Divisão Filtros; Poli Filtro Indústria e Comércio de Peças para Autos Ltda.; Rheinmetall Automotive – Motorservice Brazil; Robert Bosch Ltda.; Scania Latin América Ltda; Sofape Fabricante de Filtros Ltda./Tecfil; Sogefi Filtration do Brasil Ltda./Filtros Fram; e Wega Motor s Ltda. 

 

A Abrafiltros reforça a importância em aderir ao programa, já que o cumprimento da legislação e a implantação de sistemas de logística reversa são condicionantes para a emissão e renovação das licenças de operação no Estado de São Paulo. Além disso, há sanções e multas para quem não cumprir as leis. Informações no site: www.abrafiltros.org.br/descarteconsciente

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

  • Facebook Social Icon
DESTAQUE NA REPARAÇÃO

Gestão de fornecedores. Saiba o porquê é valiosa para a sua empresa

18/10/2019

1/3
Please reload

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Please reload