SISTEMAS ELÉTRICOS AUTOMOTIVOS - Parte 5

19/09/2019

 

Amigos, reparadores, iremos nesta edição dar continuidade à análise dos Sistemas Elétricos Automotivos, como nas outras edições, em uma nós apresentaremos a teoria e, na sequência, a prática do serviço a ser realizado. 

Para analisarmos os Sensores de Pressão do Ar Admitido, o MAP, iremos utilizar os seguintes equipamentos e ferramentas:

 

 

 Diagnóstico no Veículo

Veículo, Renault Duster, apresenta luz de anomalia no painel de instrumentos acesa. Aqui vale ressaltar que a luz para defeitos de injeção, sistemas de exaustão e ignição do Renault é diferente dos demais veículos, Observe:

 O Renault Duster do teste, realizado para esta matéria, apresentava a luz de falha eletrônica do motor:

Conectando o Scanner Kaptor Pad 2, para apurar os códigos de defeitos, encontramos o seguinte resultado:

 

 

P0106 – Falha do Sensor MAP

Após apurar o Código de defeitos, passamos para a análise do sinal apresentado na tela do Scanner, em Leituras dos Parâmetros, recurso este em que observarmos o funcionamento dos sensores do Sistema de Injeção V42 da Renault.

 Com motor desligado, apresentava o sinal de 1030 mbar, fora de faixa,

 Motor em funcionamento, o resultado passava para 321mbar, quando deveria estar entre 400 a 600 mbar de pressão.

 Faz-se necessário estarmos atentos a outros parâmetros durante um diagnóstico, pois nenhum parâmetro deve ser deixado de lado, ainda que não haja Código de Falhas relacionado a ele.

Neste caso, a rotação em marcha lenta estava alterada. 

 

Após as leituras feitas, códigos obtidos, passa-se para os testes do Sensor MAP, para averiguar seu

funcionamento. 

 

De posse das informações do manual de serviços, diagrama elétrico, analisaremos o Sensor com um Multímetro e conjunto com seringas para monitorar o funcionamento do mesmo:

Com a chave de ignição ligada, motor desligado, retiramos o Sensor MAP de seu alojamento, plugamos a seringa como se fosse o coletor de admissão:

E outra seringa maior irá fazer a sucção, gerando vácuo no sensor MAP:

 

Neste teste, o Multímetro na escala de Tensão Contínua, DC, será observada uma alimentação próxima de 5 volts, no terminal de saída de sinal para UCE

À medida que se puxa a seringa lentamente, o sinal de tensão irá mudar na tela do multímetro

 

Com Scanner Kaptor Pad 2, na tela de parâmetros, também pode-se observar a variação de resposta do sinal à medida que se puxa a seringa criando vácuo:

 Após realizar os testes dinâmicos de funcionamento do Sensor MAP, acompanhando o Circuito Elétrico conforme diagrama e tabela de testes SIMPLO,

 

Podemos concluir que a falha não era do Sensor MAP, e nem do Circuito Elétrico, é apenas uma falha de vedação do anel oring do tubo do sensor: 

 Com Sensor MAP, fixado em seu alojamento no coletor de admissão, apagado o Código de falhas na memória da UCE V42 do veículo, repetem-se os testes para verificar o funcionamento:

 Em marcha lenta, observe que os sinais ficaram na tela em cor verde, indicando estarem dentro dos parâmetros ideais de funcionamento

E o sinal de rotação do motor também se establizou em 767 RPM

Para trabalhar com diagnóstico automotivo, a oficina deve estar atenta a (à):

• Colaboradores com treinamentos atualizados;

• Equipamentos de diagnósticos atualizados e de confiança;

• Biblioteca Técnica atualizada;

• Manter procedimentos técnicos padronizados entre a equipe.     

 

 

 

 

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

  • Facebook Social Icon
DESTAQUE NA REPARAÇÃO

Leia a versão digital de Janeiro da Revista Reparação Automotiva.

21/01/2020

1/3
Please reload

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Please reload