Venda de veículos importados cresce 2,7% em agosto

10/09/2019

 

As quinze marcas filiadas à Abeifa – Associação Brasileira das Empresas Importadoras e Fabricantes de Veículos Automotores, com licenciamento de 3.031 unidades, anotaram em agosto último aumento de vendas de 2,7% em relação a julho de 2019, quando foram vendidas 2.952 unidades importadas. Mas ante agosto de 2018, quando foram comercializadas 3.800 unidades, ainda há registro de queda, de 20,2%.

 

O desempenho positivo de 2,7% em agosto último não aliviou o resultado do acumulado dos primeiros oito meses do ano. A queda ainda persiste, agora de 10,7% no período de janeiro a agosto. Embora o setor tenha anotado tendência mensal de alta, a quatro meses do final de 2019, a estimativa de vendas para o ano – já revisada em julho último - de 40 mil unidades, dificilmente será alcançada.

 

Em compensação, as quatro montadoras associadas à entidade que produzem veículos localmente mantêm taxa de crescimento de 39,4%, passando de 14.308 unidades licenciadas nos primeiros oito meses de 2018 para 19.943 unidades em igual período deste ano.

 

“De alguma forma, o setor de importados obteve melhor desempenho em relação ao mercado interno total de veículos automotores em agosto. Além de algumas associadas terem recuperado vendas mensais, em agosto tivemos um dia útil a menos que no mês de julho”, analisa José Luiz Gandini, presidente da Abeifa.

 

No segmento de importados, as cinco marcas que mais venderam, em julho, foram a Kia Motors (823 unidades / +1,4%), Volvo (674 / +6,3%), Land Rover (430 / +27,6%), BMW (378/ -5%), e Jac Motors (192/ +14,3%).

 

Entre as associadas com produção nacional - BMW, CAOA Chery, Land Rover e Suzuki -, em agosto último, o emplacamento de 2.763 unidades representou alta de 4,1% em relação a julho de 2019, quando totalizaram 2.653 unidades e significaram alta de 16,1% ante agosto de 2018, quando anotaram 2.379 unidades.

 

Por marcas, a CAOA Chery, com 1.710 unidades emplacadas, registrou queda de 4,9% ante julho de 2019; a BMW, com 704 unidades, alta de 36,7%; a Land Rover, com 188, alta de 26,2% e a Suzuki, com 161unidades licenciadas, queda de 15,3%.

 

Somados os emplacamentos de unidades importadas e produzidas localmente, o ranking das cinco marcas, por volumes, aponta, a CAOA Chery com 1.731 unidades (1.710 nacionais + 21 importados), a BMW com 1.082unidades (704 nacionais + 378 importados), a Kia Motors com 812 veículos (só importados), a Volvo com 674 unidades (só importados), e Land Rover com 618 veículos (188 nacionais e 430 importados).

 

Participações – Em agosto último, ao considerar somente os veículos importados por associadas à entidade – total de 3.031 unidades -, o setor significou marketshare de 1,31%. Com 5.794 unidades licenciadas (importados + produção nacional), a participação das associadas à Abeifa foi de 2,51% do mercado total de autos e comerciais leves (230.718 unidades).

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

  • Facebook Social Icon
DESTAQUE NA REPARAÇÃO

Gestão de fornecedores. Saiba o porquê é valiosa para a sua empresa

18/10/2019

1/3
Please reload

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Please reload