SISTEMAS ELÉTRICOS AUTOMOTIVOS

16/07/2019

 

 

Olá, amigos reparadores, nesta edição iremos para a parte 3 dos Sistemas Elétricos Automotivos. Apresentaremos o diagnóstico e o reparo dos circuitos elétricos, com um diferencial: linha pesada e agrícola.

Mas, antes, apresentaremos um exemplo que precisa ser seguido nas oficinas automotivas. As empresas que prestamos treinamentos e assessoria técnica automotiva têm entendido e visto que investir no colaborador é um grande benefício para os mesmos, como valorização de equipes, e para a empresa, pois a produtividade aumenta, sem dúvida. E ainda temos a cultura no Brasil, principalmente nas oficinas, com o seguinte pensamento:

 

“Não devo investir em treinamentos e capacitação de equipes, e/ou funcionários, porque depois eles saem e me deixam na mão!”

 

Este pensamento precisa ser abolido, pois equipe treinada e bem capacitada produz mais, reconhece que está sendo valorizada e, assim, todos sentem-se motivados a continuar no mesmo time.

Bem, vou citar aqui três empresas, que anualmente ministramos treinamentos de suas equipes, sempre inovando, reciclando e capacitando seus novos colaboradores, para que a produção seja com maior eficácia, menor desgaste físico do profissional, maior durabilidade de suas frotas e economia em manutenção.

1) Usina WD AGROINDUSTRIAL

2) Usina AGROPÉU

3) DURATEX FLORESTAL

 

Pense nisto, valorize sua equipe e ela te valorizará!

 

Circuitos Elétricos - Diagnóstico

Bom, para realizarmos diagnóstico de um circuito elétrico, primeiramente precisa-se possuir o diagrama elétrico do mesmo, pois seguiremos o passo a passo corretamente, vale ressaltar que a oficina possuir assinatura de software automotivo atualizado é uma ferramenta indispensável. Existem várias no mercado... eu trabalho com a SIMPLO e Mecânica 2000, mas existem outras, fica a seu critério definir qual lhe atenderá melhor.

Identificando o circuito a ser analisado, de posse do diagrama elétrico, passamos para os testes do Circuito em questão:

Aqui, temos um diagrama do sensor de ângulo do Volante da VW AMAROK, nele já é possível identificar que o Sensor faz parte de um conjunto interno da chave direcional, multifunções (Chave de setas), identificamos quais fusíveis alimentam o sistema, quais os pontos de aterramento, quais as saídas de sinais, e que a mesma tem comunicação via REDE CAN BUS. Sendo assim, é possível determinar quais equipamentos iremos utilizar neste diagnóstico:

 

a) Scanner Automotivo, verificar os códigos de defeitos gerados

 

b) Multímetro, verificar tensões de alimentação do circuito analisado, verificar continuidade e curto circuito no sistema

 

c) Osciloscópio, verificar sinais elétricos da REDE CAN, para identificar sua tensão de alimentação e resposta de comando, lembrando que a REDE CAN baixa é espelho da REDE CAN alta

 

Após identificar as falhas, sinais, continuidade do circuito, é a hora de reparar o defeito. 

 

Os chicotes elétricos automotivos devem receber uma atenção especial quanto à necessidade de emendas, isolamentos, pois sabemos que os veículos irão enfrentar as mais diversas situações de uso.

 

Os veículos de linha pesada, como caminhões, máquinas agrícolas e florestais apresentam muitas falhas elétricas por conta dos terrenos de trabalhos bem severos.

 

Poeira, umidade nas centrais elétricas de fusíveis e relés são muito comuns.

 

 Os chicotes elétricos são expostos nos chassis e nos terrenos agrícolas e florestais, acidentes, como galhos, são comuns para arrebentarem os fios do chicote.

 

Os serviços são realizados no campo de trabalho, é muito comum os caminhões de apoio, chamados de oficinas móveis, com todos os equipamentos necessários para o reparo.

 

Muitos implementos são adicionados aos veículos para atenderem o trabalho que irão executar.

Faz-se necessário, neste momento, o eletricista atentar que os circuitos adicionais deverão seguir os mesmos padrões de segurança elétrica, desenhando um diagrama elétrico da adaptação, inserindo o circuito de proteção (fusível) e relé auxiliar para suportar a demanda da carga elétrica estabelecida.

 

Um curto circuito no sistema elétrico pode ocasionar prejuízos além do reparo do chicote ou a troca do mesmo, pois há inserida neste contexto a produção do veículo que interrompe seu trabalho.

 

Para reconstruir um chicote elétrico, o eletricista precisa seguir as normas de segurança elétrica, como a capacidade de carga (corrente elétrica) suportada pelo condutor (fio, cabo, etc.).

 

Caixa de fusíveis e relés da Amarok 2013, danificada por curto circuito, devido à falta de cálculo correto de proteção via fusível e capacidade e carga elétrica do chicote. 

 

Serviço de Reparo do chicote elétrico da AMAROK, pois não foi encontrado o mesmo para reposição na revenda.

 

 Após o reparo por completo do chicote elétrico, substituindo as bases de relés e fusíveis, e os fios danificados, é necessário, acompanhando o diagrama elétrico, testar a continuidade, resistividade do chicote, para não haver erros de funcionamento após a montagem, uma vez que se faz necessária a remoção do painel tabelier para acesso ao mesmo.

 

Por fim, após realizarmos todos os testes, veículo montado, apresentar um check-list de entrega e aferição de funcionamento de todos os itens junto ao cliente.

 

Os serviços realizados no chicote da AMAROK não pertencem a nenhuma das empresas citadas neste artigo, é um veículo particular, de cliente nosso.

 

Agradecemos às Indústrias Duratex e toda sua equipe, que participou do treinamento em Elétrica Automotiva conosco, neste mês de maio de 2018, e com certeza foi com grande satisfação que realizamos este trabalho.

 

As indústrias aqui citadas têm como um grande diferencial a visão empreendedora que equipe bem treinada é uma equipe Produtiva, que desenvolve seu trabalho com satisfação. Nosso muito obrigado!

 

Se você deseja treinar sua equipe, desenvolver-se como profissional na reparação elétrica automotiva, entre em contato conosco! 

 

 

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

  • Facebook Social Icon
DESTAQUE NA REPARAÇÃO

Leia a versão digital de Dezembro da Revista Reparação Automotiva.

10/12/2019

1/3
Please reload

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Please reload