Uno Vivace 2012 1.4 com perda DE potência nas ultrapassagens e retomadas

06/03/2019

 

 

Douglas Vicente Deraco, reparador da oficina SR Motors, da cidade de Jundiaí (SP), relata para nós o procedimento realizado em um veículo Uno Vivace 2012 1.4, que chegou ao estabelecimento com queixa de perda de potência. “O cliente chegou na oficina com a luz de avaria acesa e reclamando de perda de potência nas retomadas e ultrapassagens. A princípio, entramos com o scanner para fazer o diagnóstico”. 

 

Procedimento

Estamos aqui com o scanner e vamos acessar!

 

 Ele nos diz que são a solenoide e a válvula variadora de fase. No diagnóstico via scanner, montamos a válvula e trouxemos ela para fazermos o teste e verificar se está tudo ok. 

 

Esta é a válvula variadora de fase e vamos fazer o teste nela. 

 

Como podem observar, ela está trabalhando, está pulsando e a gente varia a pulsação dela. 

 

Ela está cumprindo a função dela. Então, já podemos descartar problemas na válvula. Tudo ok com a válvula.

 

 

Viemos para o carro e fizemos teste de comunicação entre a ECU e o sensor. Identificamos que está tudo ok entre a comunicação da válvula. Fizemos a remoção da tampa de válvula para conferir o ponto de sincronismo do motor e, para a nossa surpresa, quando efetuamos a remoção, percebemos um acúmulo muito grande de borra de óleo. E também, percebi uma perda de pressão de óleo nos anéis da tampa. Então, agora vamos partir para polia variável, faremos a remoção e a desmontagem. 

 Fizemos a desmontagem da engrenagem, levamos ela para a bancada.

Identificamos muita borra de óleo nela. 

 

Fizemos a descarbonização, limpeza, lubrificação e vamos instalá-la de volta no veículo. 

 

Essa borra pode causar um travamento dessa engrenagem e isso quer dizer que pode ser que o cliente não faça a troca de óleo no período adequado e vai se formando essa borra de óleo na engrenagem. Assim como vocês estão vendo, estamos fazendo a remoção dos anéis velhos.

 Vamos fazer a instalação dos anéis novos agora.

 

 

Bom, finalizamos a montagem do carro, acabamos de fazer o teste de rodagem, rodamos em torno de 10 a 12 quilômetros, o veículo ficou em perfeito estado, voltou ao que é original de fábrica dele. Melhorou nas retomadas e ultrapassagens. O que fizemos foi a substituição das juntas da tampa de válvula e dos anéis de vedação, fizemos a descarbonização da polia variável e do motor, além da troca do óleo e filtro. Nesse momento o carro está ok. 

 

Essa é mais uma dica da SR Motors para você! Espero que tenham gostado, acompanhem a gente nas redes sociais e um forte abraço. 

 

 

 

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

  • Facebook Social Icon
DESTAQUE NA REPARAÇÃO

Revista Reparação Automotiva Edição 142

29/05/2020

1/3
Please reload

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Please reload