SISTEMA DE CARGA A MANUTENÇÃO

04/01/2019

 

​​Olá, amigos, continuando nossa matéria sobre o Sistema de Carga dos veículos automotores, iremos nesta​​ edição apresentar o processo de manutenção do Alternador.

 

 

 

Passo a Passo

Fique atento aos detalhes de desmontagem e montagem dos Alternadores, apesar de simples, uma pequena falha pode danificar o equipamento.

 

1. Atente-se como prendê-lo à morsa

 O Alternador deve ser preso pela mesma base que o parafusa ao suporte no motor, jamais prenda-o pelo meio da carcaça, pois poderá empenar o estator e quebrar os mancais de alumínio.

 

2. Solte o Regulador de Voltagem

 

 

3. Solte os parafusos dos mancais

 Após soltar os parafusos, remova com cuidado o mancal traseiro, lado das escovas, para romper os fios do estator.

 

4. Após retirar o mancal, prenda o rotor na morsa, para extração da polia, ventoinha e chaveta do eixo rotor

 

 

Aqui tenha cuidado para não danificar a armadura do Rotor, pois o seu fechamento pode causar empeno em suas unhas, afetando o campo elétrico e, consequentemente, a produção de carga ficará danificada.

 Qualquer dano físico ao núcleo polar, também conhecido como armadura do Rotor, afetará seu desempenho e a peça deverá ser substituída.

 

5. Extrair o Rotor do Mancal de alojamento

 

Aqui iremos utilizar um saca polia de 3 garras, evitando bater ou forçar em prensa hidráulica, assim preservaremos as peças.

 

6. Retire o Rolamento Dianteiro

Da mesma forma, devemos procurar evitar danos aos componentes, aqui utilizamos uma ferramenta que desenvolvi para sacar este rolamento

 

sem a necessidade de prensa ou pancadas com martelos, etc. Saca rolamento, baseado nos sacas buchas de bandejas de suspensão.

 

7. Atenção aos Rolamentos

Existe um ressalto na tampa do mancal do rolamento, cuja função é manter o rolamento apoiado, evitando que o mesmo crie folga axial no mancal que o prende. Os rolamentos são preparados para rodarem 50mil km.

 

Faz-se necessário retirar a vedação do rolamento para acrescentar graxa.

 

Este ritual é feito por muitos, mas é necessário informar que a quantidade de graxa que o fabricante coloca é a suficiente para o trabalho do rolamento. Quando se retira o retentor labial do rolamento, ele fica danificado e não veda mais. A graxa é uma composição básica de sabão e óleo, por isto é colocada em quantidade correta, para não haver excesso e vazamento da mesma, que acarretará danos ao rolamento.

 

8. Teste do Rotor

 Devemos observar:

  Aspectos Mecânicos

⎫ Que não pode haver desalinhamento das sapatas polares, pois irá causar um campo elétrico deficiente, oscilação de tensões e luz de bateria piscando no painel;

⎫ Que não poderá conter empenos e ranhuras com altos relevos, pois isso irá afetar o estator.

 

 

Aspectos Elétricos

⎫ Medir resistência da bobina de campo e curto circuito à massa.

 

9. Teste do Estator

Devemos observar: 

 

Aspectos Mecânicos

 

⎫ Se a armadura (ferragem) não está desalinhada, sem isolante de fibra e o calço do enrolamento trifásico; 

⎫ A pintura verniz do enrolamento, quanto à alteração para cor escura, que indicará trabalho forçado;

⎫ A resistência elétrica do enrolamento trifásico e curto à massa.

 

10. Teste do Conj. Retificador 

Os diodos possuem sentido único de condução de tensão, então é preciso

 

 selecionar corretamente a escala de medição do multímetro.

 

O regulador de voltagem testado quanto à tensão de regulagem,  curto circuito ou rompimento interno de seu circuito.

 

11. Teste do Regulador de Voltagem

 

A correta manutenção do alternador evita os seguintes danos:

 

⎫ Redução da vida útil da bateria;

⎫ Redução de consumo de combustível;

⎫ Defeitos nos sistemas gerenciados eletronicamente.

 

A montagem é trabalho reverso, o primeiro que sai é último a ser montado.

 

 

 

 

 

 

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

  • Facebook Social Icon
DESTAQUE NA REPARAÇÃO

Revista Reparação Automotiva Edição 141

29/05/2020

1/3
Please reload

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Please reload