Abrafiltros assina Termo Aditivo com metas até 2021 para logística reversa de filtros do óleo lubrificante automotivo em São Paulo

11/10/2018

 

Iniciativa pioneira atende Decisão de Diretoria da Cetesb,que estabeleceu a logística reversa obrigatória desde 1º de outubro para concessão e renovação de licenças de operação no Estado

 

Em evento realizado sexta-feira (05/10), no Gabinete da Secretaria do Meio Ambiente do Estado de São Paulo, a Abrafiltros – Associação Brasileira das Empresas de Filtros e seus Sistemas – Automotivos e Industriais – se estabeleceu entre as primeiras entidades setoriais a assinar Termo Aditivo que adequa o Termo de Compromisso em vigor, às metas e condições estipuladas pela Decisão de Diretoria Cetesb 076/2018/C, publicada em abril e que determinou desde 1º de outubro a comprovação da logística reversa como requisito obrigatório no Estado para a concessão e renovação de licenças de operação no âmbito do sistema ambiental. A Decisão de Diretoria também visa uniformizar os sistemas de logística reversa no Estado, com a definição de metas até 2021 para todos os setores e empresas alvos da logística reversa. 

 

Participaram do evento Eduardo Trani, secretário de Meio Ambiente; Carlos Roberto dos Santos, diretor-presidente da Cetesb; Ana Cristina Pasini, diretora de Avaliação de Impacto Ambiental da Cetesb; Flávio Ribeiro, diretor do Departamento de Políticas Públicas de Resíduos Sólidos e Eficiência dos Recursos Naturais da Cetesb; João Luiz Potenza, gerente do Departamento de Políticas Públicas de Resíduos Sólidos e Eficiência dos Recursos Naturais, também da Cetesb. A Abrafiltros foi representada por João Moura, presidente; Marco Antônio Simon, gestor de Projetos; e Adriano Bonazio, gerente de Comunicação & Marketing. 

 

“A Abrafiltros sempre esteve entre as primeiras a se adequar às determinações da logística reversa desde 2012, sendo de grande importância a união das empresas do setor e o diálogo estabelecido com os órgãos ambientais”, declarou João Moura. “Mesmo em meio às dificuldades logísticas e econômicas, temos superado desafios para avançar gradativamente. Hoje o programa Descarte Consciente Abrafiltros é reconhecido pela excelência nos resultados, que garantem aos associados e aos futuros participantes, a certeza e a segurança no cumprimento das legislações ambientais”. 

 

Conforme o Termo Aditivo, em 2019, deverão ser alvo da logística reversa 22% dos filtros do óleo lubrificante automotivo comercializados pelas empresas associadas participantes do programa em 107 municípios; em 2020, 24% em 123 municípios; e, em 2021, 26% em 139 municípios. 

 

“As metas representam aumento de 60% no número de municípios e 30% em volume de reciclagem até 2021 em relação a 2018”, explica Marco Antônio Simon. “O resultado no período irá representar mais de 7,5 milhões de filtros reciclados pelo programa no Estado”. Em 2018, deverão ser coletados mais de 2 milhões de filtros, em 87 municípios. Em 2021, serão mais de 2,6 milhões no ano, em 139 municípios. 

 

Participam do programa as seguintes empresas associadas: Cummins Filtration do Brasil; Donaldson do Brasil Equipamentos Industriais Ltda.; Ford Motor Company Brasil Ltda.; General Motors do Brasil Ltda.; Hengst Indústria de Filtros Ltda.; Magneti Marelli Cofap Fabricadora de Peças Ltda.; Mahle Metal Leve S.A.; Mann+Hummel do Brasil Ltda./Filtros Wix; Parker Hannifin Indústria e Comércio Ltda. – Divisão Filtros; Poli Filtro Indústria e Comércio de Peças para Autos Ltda.; Rheinmetall Automotive – Motorservice Brazil; Robert Bosch Ltda.; Scania Latin America Ltda; Sofape Fabricante de Filtros Ltda./Tecfil; Sogefi Filtration do Brasil Ltda./Filtros Fram; e Wega Motors Ltda. 

 

“Procuramos sempre alertar o setor para o cumprimento da legislação, sendo que especialmente fabricantes, importadores e todos os detentores de marca própria devem comprovar as metas estipuladas pela Cetesb”, explica Simon. “A adesão ao programa é uma iniciativa vantajosa por proporcionar redução de investimentos e de pessoal, uma vez que o programa é gerenciado pela Abrafiltros. Estamos sempre receptivos à adesão de novas empresas, o que nos possibilita ampliar os recursos e resultados, dentro do princípio de interesse de grupo”.  

 

Iniciado em 2012 no Estado de São Paulo e implantado posteriormente no Paraná e Espírito Santo – Estados que até o momento regulamentaram a logística reversa para o setor - o programa Descarte Consciente Abrafiltros irá ultrapassar, em outubro, a marca de 12 milhões de filtros reciclados. O programa também está em fase de aprovação governamental para implantação no Mato Grosso do Sul, com previsão de início em 2019. 

Informações sobre o programa e contatos para adesão no site: www.abrafiltros.org.br/descarteconsciente. 

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

  • Facebook Social Icon
DESTAQUE NA REPARAÇÃO

COMO SE PROTEGER COM A ECONOMIA EM VÁRIOS CENÁRIOS

26/03/2020

1/3
Please reload

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Please reload