Abraciclo divulga números de junho e faz balanço do 1º semestre

12/07/2018

 

 

Entidade realizou em 11/07 coletiva de imprensa no hotel Renaissance, em São Paulo (SP)

 

Nesta terça-feira, 11/07, a ABRACICLO, Associação Brasileira dos Fabricantes de Motocicletas, Ciclomotores, Motonetas, Bicicletas e Similares, organizou uma coletiva de imprensa no hotel Renaissance, em São Paulo (SP), para expor dados de produção, atacado, varejo, exportação de junho e do primeiro semestre de 2018, e anunciar uma revisão das projeções deste ano.

 

A produção de motocicletas apresentou um avanço de, aproximadamente, 17% sobre o mesmo período do ano passado – o que contabilizou 494.684 unidades no primeiro semestre de 2018. Tais números foram considerados indicadores da retomada da indústria de Duas Rodas pela “ampliação da oferta de crédito e estabilidade dos índices macroeconômicos, além de uma maior participação do consórcio”, apontou a entidade. No atacado, a recuperação do setor refletiu num aumento de 12,2% sobre os seis primeiros meses de 2017 e 6,9% de crescimento nos emplacamentos.

 

As exportações em junho refletiram o mercado de seu principal comprador, a Argentina, e renderam uma queda de 42% sobre junho de 2017 e 33,6% em relação a maio do presente ano. Porém, as 41.030 unidades do semestre resultaram num índice superior ao de 2017 em 26%.

 

Contudo, o mês de junho apresentou números inferiores de produção e emplacamento. A redução da produção se deu praticamente igual à do mesmo mês em 2017, o recuo neste comparativo se deu em apenas 0,3%, algo pequeno ao comparar a maio deste ano, onde a queda foi de 48,1%: 96.607 unidades comparadas as 5.259 de junho. Nos emplacamentos, os números foram 3,3% superiores aos de 2017, mas houve retração de 8,8% na comparação com maio.

 

Marcos Fermanian, presidente da ABRACICLO, indicou como razões do recuo dos números de junho para o setor: a greve dos caminhoneiros (que afetou o abastecimento e entrega dos produtos), férias coletivas adiantadas e as paradas temporárias em função dos jogos da Seleção Brasileira na Copa do Mundo. “Se não fossem os eventos externos, os número seriam mais altos”, ressaltou o presidente. Entretanto, Fermanian evidenciou: “O mercado continua num patamar bastante elevado”.

 

Além disso, a entidade lançou a edição 2018 do Anuário da Indústria Brasileira de Duas Rodas, com mais de 150 páginas de dados estatísticos, comparativos e indicadores, além de conteúdo editorial relacionado ao setor. Para acessar o vasto material de consulta e baixar o conteúdo integralmente: http://www.abraciclo.com.br/downloads.  

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

  • Facebook Social Icon
DESTAQUE NA REPARAÇÃO

Leia a versão digital de Novembro da Revista Reparação Automotiva.

18/11/2019

1/3
Please reload

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Please reload