4ª REVOLUÇÃO INDUSTRIAL, SEMINÁRIO DA REPOSIÇÃO AUTOMOTIVA

23/10/2017

 

Encontro discute como se comunicar com cliente na era digital.  IQA também promove evento no mês para debater digitalização das fábricas

 

Mudanças e oportunidades no aftermarket automotivo na 4ª Revolução Industrial foram o tema central da 23ª edição do Seminário da Reposição Automotiva, que aconteceu no dia 10 de outubro, em São Paulo, na Fecomercio-SP, assunto que levou centenas de participantes, entre representantes das entidades do setor, fabricantes automotivos, distribuidores, varejistas e reparadores.

 

Antonio Fiola, presidente do Sindirepa-SP e Nacional, destacou a importância da inspeção veicular, norma da ABNT, que o setor está concluindo sobre garantia, e o projeto de lei para regulamentação de oficinas. “O segmento investe e se profissionaliza lançando anuário e normas. Espero no ano que vem comemorar os pleitos pendentes, bem como novos, com mais reciprocidade do poder público”.

 

INDÚSTRIA 4.0 – O painel “O mundo das disrupções e das mudanças na 4ª Revolução Industrial”, do professor, empresário e colunista da rádio CBN, Carlos Júlio, ressaltou alguns acontecimentos de “disrupturas”, como a máquina a vapor na 1ª Revolução Industrial; a eletricidade, na 2ª Revolução Industrial; a internet/digital, na 3ª, e o fato de todas as ciências começarem a se conversar na 4ª Revolução Industrial. 

 

CONSUMIDOR – Renato Meirelles, sócio e presidente do Instituto Locomotiva, focou no tema “O mercado sob a ótica da demanda”, e falou sobre o cenário de mudanças, vetores de transformação no comportamento e hábitos de consumidores e o deslocamento da comunicação.  Segundo o palestrante, as empresas que se mostram parceiras no momento de dificuldade ganham confiança dos consumidores. 

 

PERSPECTIVAS – Antonio Maciel, ex-presidente da Ford Motor Co. Brasil e da CAOA, discorreu a respeito de “O futuro do mercado automobilístico”. No mundo, cresce a demanda do setor automotivo e que há muito segmento e reparo a ser feito, especialmente no Brasil. Sobre a reposição, disse que as novas tecnologias chegaram e os reparadores precisam estar, rapidamente, preparados para atender os veículos conectados.

 

OMNI-CHANNEL – No painel “Mercado sob a ótica do varejo”, Richard Stad, CEO da Aramis Menswear, discorreu sobre o Omni-Channel, que integra lojas físicas, virtuais e comprador. Pessoas e dados são fundamentais no processo, bem como a informação e comunicação integrada. Foi implementado o Business Intelligence para melhorar o contato, com informatização e profissionalização.

 

 

 

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

  • Facebook Social Icon
DESTAQUE NA REPARAÇÃO

Leia a versão digital de Novembro da Revista Reparação Automotiva.

18/11/2019

1/3
Please reload

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Please reload