ENFAUTO 2017 DESAFIA, DONOS DE OFICINAS A TEREM UM NEGÓCIO PRÓSPERO

02/10/2017

 

Com o foco mais estratégico e gerencial, evento reúne mais de 300  reparadores nos dias 18 e 19 de agosto, em Florianópolis (SC)

 

Realizado a cada dois anos, a 2² edição da Enfauto (Encontro Nacional e Feira do Conhecimento da Reparação Automotiva) foi um grande sucesso e deixou o público ansioso pelo próximo em 2019. Diferentemente de 2015, o evento neste ano focou mais na gestão das oficinas e no entendimento da nova geração de consumidores.

 

Organizado pelo NEA-SC (Núcleo Estadual de Automecânicas) e a ARVESC (Associação de Reparadores de Veículos de Santa Catarina), o evento aconteceu nos dias 18 e 19 de agosto, em Florianópolis (SC), e reuniu mais de 300 participantes, empresários de oficinas mecânicas de todo o Brasil, mais de 10 expositores (fabricantes de autopeças) e ainda contou com o apoio institucional do SEBRAE, SINDIREPA, SENAC, FACISC, SEST SENAT, ABNT e IQA.

 

Em um formato dinâmico, a Enfauto 2017 trouxe a pergunta “Vamos Transformar a Oficina em um Próspero Negócio?”, com o intuito de influenciar os empresários a refletirem mais sobre a sua empresa e traçar novas perspectivas e estratégias para o próximo ano. Para isto, o evento apresentou palestras que abordaram os temas: gestão, administração, sucessão familiar e a nova geração de consumidores (X, Y e Z), 

 

Ao final, houve uma competição entre os membros do NEA, nos moldes do GP Motorcraft, com avaliações teóricas e práticas, e prêmios aos finalistas de até R$ 20 mil. O palco do acontecimento foi o Centro de Eventos Jorge Joaquim Daux Boabaid e CELHS Canasvierias.

 

COBERTURA - Nesta edição a Revista Reparação Automotiva realizou a divulgação e cobertura do evento, parceria que está rendendo bons frutos às partes. “A coordenação nos procurou antes da Automec deste ano e nos convidou também a participar da organização através do suporte na escolha dos palestrantes”, conta Jeison Lima, consultor de Negócios da Revista.

 

Jeison ressalta que a Enfauto tem crescido cada vez mais e a edição de 2017 superou as expectativas. “Foram apresentados cases de fora do mercado, como as Malhas Marisol, que deram novas perspectivas aos empresários. As oficinas participaram também contando suas experiências em sucessão familiar e ainda foi realizada uma competição técnica com os reparadores. Tudo estava excelente e estamos ansiosos para o próximo evento”, completa.

 

Entre algumas novidades, ele revela que está sendo trabalhado uma nova certificação profissional e um novo aplicativo. Além disto, a próxima edição contará com um novo presidente, Anderson Marchi, que assume o lugar de Roberto Turatti (Billy), coordenador do Enfauto 2017, este que ainda fará parte da equipe de coordenação do evento.

 

COORDENAÇÃO - De acordo com Roberto Turatti (Billy), presidente do NEA e coordenador do Enfauto 2017, os objetivos foram alcançados e superados, sem dúvida. “O evento acendeu o farol sobre a carência do setor no quesito gestão empresarial e os participantes saíram muito satisfeitos com as lições aprendidas. O público participou e elogiou muito a qualidade dos palestrantes”, destaca.

 

“Dois temas bem preocupantes que identificamos no setor são a sucessão familiar e a mudança de público, pois

 

os clientes têm mudado cada vez mais e é preciso entender a nova geração. As empresas estão atentas a estes temas e entendem também a diferença que faz uma boa gestão empresarial”, avalia.

 

Organizador também do evento, Rodimar Marchiori: consultor do NEA, relembra como surgiu a Enfauto “Através do Encontro Estadual de Automecânicas em Santa Catarina, vimos a importância de criar um acontecimento como este, o público era de 1500 pessoas e mesclava empresários e técnicos. Saímos desse encontro e pensamos em uma mudança estratégica no foco do evento, buscamos direcionar para empresários e gestores com temas voltados à gestão e está sendo ótimo. Nesta edição tivemos a adesão de sete estados e ouvimos muitos depoimentos positivos”, pontua.

 

PALESTRA - Na primeira vez no evento, a palestrante Roberta Sobré, coach e consultora, comenta que ficou impressionada e encantada com a qualidade do encontro. “É muito bom ver a dedicação dos empresários em estarem lá durante um fim de semana e dedicados a aprender mais. Acredito que o exemplo da Enfauto deveria ser seguido em outros estados”, analisa.

 

Responsável por discutir sobre a nova geração, a palestrante enfatiza a importância de entender o consumidor e estar sempre se modernizando para acompanhar as tendências do mercado. “Em época de crise no setor, é muito bom estar em um evento como a Enfauto, pois podemos ver esperança através de um bom trabalho nas empresas”, diz.

 

DEPOIMENTOS - Entre os participantes, Bruno Brito, do Sebrae Cuiabá, conta que acompanhou um grupo de 18 pessoas, entre empresários do setor de reparação automotiva de Mato Grosso e colegas gestores do próprio Sebrae Mato Grosso para a Enfauto 2017. 

 

“Dentro da Enfauto, senti que todos nós tivemos experiências sensacionais e únicas. Palestras de alto nível técnico, representantes das mais respeitadas instituições e empresas, cases de sucesso que, mesmo não sendo representantes do setor, conseguiram transmitir a mensagem e contextualizar para a realidade do empresariado da reparação. A edição 2017 agiu como um resgate para nós daqui do Mato Grosso. Aprendemos um pouco mais, e também tivemos oportunidade de dividir algumas das nossas experiências e resultados. Não poderia ter sido melhor, a organização está de parabéns”, emenda.

 

Na opinião de Eduardo Colzani, do Sindirepa Joinville, o evento é indispensável para manter o profissional atualizado. “O setor precisa de encontros como a Enfauto para mostrar o quanto é importante a gestão das empresas, trocar experiências e, consequentemente, fazer os negócios prosperarem cada vez mais. O acontecimento atendeu as minhas expectativas, as palestras foram muito boas e, sem dúvida, pretendo participar da próxima edição”, comenta.

 

Para Thiago Aparecido Cavichioli Dotta, do Grupo de Cascavel, desde a primeira participação no evento já foi possível perceber sua importância. “Esse encontro nos levou a entender a necessidade de nos preocupar mais com a gestão do negócio em vez de darmos atenção somente para a parte técnica. As palestras despertaram muito o interesse dos participantes e eles puderam enxergar a relevância do planejamento para não haver desperdícios em todos os recursos da oficina”, finaliza.

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

  • Facebook Social Icon
DESTAQUE NA REPARAÇÃO

Gestão de fornecedores. Saiba o porquê é valiosa para a sua empresa

18/10/2019

1/3
Please reload

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Please reload