NÚMEROS DO SETOR, ENTIDADES DIVULGAM RESULTADOS

31/08/2017

 

 

Anfavea

De acordo com a Associação Nacional dos Fabricantes de Veículos Automotores, Anfavea, no sétimo mês do ano a produção de autoveículos alcançou 224,8 mil unidades, alta de 17,9% sobre as 190,6 mil do mesmo mês do ano anterior e de 5,9% ante as 212,3 mil de junho passado. O período acumulado da produção aponta para alta também: 22,4% ao se comparar as 1,49 milhão de unidades de 2017 com as 1,22 milhão de 2016. Para a entidade, o cenário econômico tem apresentado sinais positivos, como a forte queda da inflação e da taxa básica de juros.

 

 

Fenabrave

Segundo a Federação Nacional da Distribuição de Veículos Automotores, Fenabrave, as vendas de todos os segmentos somados apresentaram retração de 4,04% em julho, na comparação com o mês anterior. Foram emplacadas 265.994 unidades em julho, contra 277.185 em junho. Se comparado ao mês de julho de 2016 (271.827), o resultado geral dos emplacamentos de julho/2017 teve retração de 2,15%. No acumulado do ano, a queda foi de 4,99% sobre 2016. Foram emplacadas 1.771.435 unidades de janeiro a julho/2017, contra 1.864.538 no mesmo período de 2016. 

 

 

Abeifa 

As dezessete marcas filiadas à Associação Brasileira das Empresas Importadoras e Fabricantes de Veículos Automotores, Abeifa, com licenciamento de 16.001 unidades, anotaram nos primeiros sete meses do ano baixa de 25,7% ante igual período de 2016. No comparativo mensal, julho de 2017 ainda registra queda de 18,7% em relação a igual período de 2016. O desempenho de vendas no mês de julho, porém, obteve uma pequena alta de 4,2% comparada com o mês imediatamente anterior. Foram 2.712 unidades contra 2.603 em junho último.

 

 

Abraciclo

As vendas de motocicletas no atacado – para as concessionárias – deram um salto de 13,2% em julho, totalizando 64.830 unidades, ante as 57.294 unidades comercializadas em junho. Os dados são da Associação Brasileira dos Fabricantes de Motocicletas, Ciclomotores, Motonetas, Bicicletas e similares, Abraciclo. Os resultados de vendas e de produção na comparação com julho de 2016 e também no acumulado do ano estão em queda. As vendas no atacado registraram redução de 9,7% em relação ao mesmo mês do ano passado (71.760 unidades). 

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

  • Facebook Social Icon
DESTAQUE NA REPARAÇÃO

Leia a versão digital de Novembro da Revista Reparação Automotiva.

18/11/2019

1/3
Please reload

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Please reload