NOVO KA 3 CILINDROS COM PROBLEMA DE SUPERAQUECIMENTO

31/07/2017

Com experiência e vontade de ajudar os colegas de profissão,  reparador paulistano conta os desdobramentos desse caso

 

Há 40 anos na reparação, Alex William Castilho (conhecido como Tito), da Oficina Mecânica Tito & Tuta, da zona leste da cidade de São Paulo, revela que com sua experiência já conseguiu ajudar muitos colegas no dia a dia. E um desses casos aconteceu com o Novo Ford Ka, de 3 cilindros, com o quadro inicial de superaquecimento do motor. 

A saber, as vendas do Novo Ka, desenvolvido no centro de design da Ford, em Camaçari-BA, começaram no segundo semestre de 2014. Para este modelo, a montadora preparou o propulsor flex sem tanquinho de partida a frio, construído com bloco de ferro e cabeçote de alumínio 1.0L TiVCT de três cilindros, 12 válvulas e comando variável na admissão e escape.  

Ele conta que o veículo veio à oficina por indicação de um colega, que não conseguia chegar ao diagnóstico correto. “Como eu tinha na minha oficina um automóvel nas mesmas condições, foi fácil. “O primeiro e único teste foi ver a coloração do líquido do reservatório de arrefecimento. E de cara vi que algo estava errado”.

 

Procedimento – O passo seguinte, conforme o reparador, foi ver se o aditivo que estava no reservatório de arrefecimento era o indicado pela fabricante. “Vi que não era o sintético, indicado pela montadora. Mas mesmo assim fiz uma série de testes e identifiquei que quando o veículo chegava a uma certa rotação acontecia um superaquecimento do motor”, diz. 

Feito isso, Tito explica que realizou a sangria de todo o líquido e, em seguida, fez a substituição do produto por um novo à base de monoetilenoglicol e dentro das especificações corretas.  “Substituo o aditivo de arrefecimento dos meus clientes sempre que possível”. Ele completa que, nesse caso do Ka, alguns reparadores chegaram a trocar válvulas e bombas sem necessidade.

 

Arrefecimento – Os motores são refrigerados em grande parte pelo líquido de arrefecimento, que pode até ser água pura, mas há vantagens quando usamos os aditivos. A água congela ao redor de 0 oC e ferve por volta de 100 oC. Com os aditivos, a temperatura de congelamento fica mais baixa e o ponto de ebulição mais alto. 

 

 

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

  • Facebook Social Icon
DESTAQUE NA REPARAÇÃO

Rede DPaschoal. Atendendo com produtos e serviços de qualidade

22/11/2019

1/3
Please reload

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Please reload