SISTEMA START/STOP, UMA NOVIDADE QUE AJUDA OU ATRAPALHA?

20/06/2017

Criada para reduzir o consumo do combustível e as emissões de poluentes,

a tecnologia ainda gera muitas dúvidas entre os motoristas e reparadores

 

Denis Marum, consultor automotivo do portal de notícias G1, conta que, segundo relatos de consultores técnicos de concessionárias, o Start/Stop, sistema que desliga o carro cada vez que você para no sinal, é campeão de rejeição. Uns motoristas têm a impressão de que a sua utilização reduzirá a vida útil da bateria, outros de que danificará o motor de partida, enquanto boa parte se incomoda com as partidas frequentes.

É bem verdade que quando se dá a partida no carro ocorre um pico de consumo de energia elétrica. Pensando nisso, as montadoras instalaram uma bateria auxiliar, com a função de alimentar outros módulos eletrônicos, como sistemas de som, controle de tração, ABS, airbags, etc. A bateria principal foi redimensionada com uma capacidade maior para absorver todas as solicitações do dia a dia.

Se o gerenciamento eletrônico detectar que a bateria está com pouca carga, ele inibirá a ação do Start/Stop, impedindo que o motor desligue. A única perda real é o ar-condicionado, que para de funcionar momentaneamente, apenas continuando a ventilação no interior do veículo. Além da bateria, o motor de partida também sofreu mudanças, ficou mais robusto e silencioso. 

Para se ter uma ideia, alguns proprietários chegam até a solicitar que o sistema seja totalmente desabilitado, porque não querem nem ter o trabalho de acionar o botão que o liga e desliga. É importante destacar que o conjunto foi muito bem projetado, existe um módulo eletrônico que comanda tudo e vários sensores. Seu objetivo é diminuir o consumo de combustível e as emissões de poluentes, principalmente nas grandes cidades. 

 

Invenção - Conta a história que a primeira aparição do Start/Stop ocorreu em meados da década de 1970, na época em que a crise do petróleo abalou o mundo com o aumento do preço do barril em mais de 300% em poucas semanas. No entanto, o primeiro carro colocado à venda com o sistema foi o Citroën C3 Start/Stop, lançado em 2004 na Europa com um grande sucesso. O conjunto instalado no modelo foi desenvolvido pela Valeo.  

 

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

  • Facebook Social Icon
DESTAQUE NA REPARAÇÃO

Rede DPaschoal. Atendendo com produtos e serviços de qualidade

22/11/2019

1/3
Please reload

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Please reload