BARULHO IRRITANTE - Como acabar com o ruído das pastilhas?

03/02/2017

Desde que proibiram o uso do amianto nos materiais de atrito, esse problema é cada vez mais comum e bem difícil de resolver

 

Um problema capaz de acabar com a tranquilidade de qualquer um é o freio barulhento. Todo mundo reclama. Sempre que é necessário parar o veículo, lá vem aquele ruído chato e agudo. Para piorar a situação, na maioria das vezes, o carro acabou de sair da oficina com pastilhas e discos novos. Se todos os cuidados foram tomados, o que pode ter dado errado? 

Cada reparador tem uma “receita” para resolver esse problema, que passou a ser frequente depois que o amianto foi banido de todos os materiais de atrito automotivos. Por um lado, as oficinas se livraram de um produto comprovadamente perigoso para a saúde. Mas, em compensação, as pastilhas nunca mais foram as mesmas. Diante desse dilema, o que fazer? 

 

ORIGINAL - Josmar Boschetti Júnior, dono da Especializada Josmar, sempre faz dois orçamentos: com pastilhas originais e paralelas. Na opinião do especialista, atualmente o maior problema não é a formulação, mas a péssima qualidade das pastilhas vendidas no mercado de reposição. Alertados desde o início, cada cliente faz a sua escolha. 

 

DETALHES - Sergio Torigoe, do Centro de Diagnóstico Automotivo Torigoe, procura tomar uma série de cuidados para manter os freios silenciosos. Segundo o reparador, é preciso analisar o estado dos discos com muita atenção, aplicar produtos antirruído e experimentar várias marcas de pastilhas, além da original, para ver qual se adapta melhor a cada veículo.  

 

SILENCIADOR - Silvio Candido, da Peghasus Motors, também acredita que, antes de mais nada, é preciso acertar na compra das peças, escolhendo um fabricante que use um menor teor de ferro, alumínio ou latão. Em complemento, é fundamental aplicar algum silenciador de pastilhas, não do tipo spray, que não costuma resolver, mas as placas adesivas.

 

LUBRIFICANTE - Arnaldo Oliveira, da Armap Centro Automotivo, explica que a solução depende do tipo de ruído. Após analisar o problema, o reparador costuma combinar a aplicação de lubrificantes para freios (como os vendidos pela Jurid e ATE, para altas temperaturas) com os silenciadores de pastilhas, principalmente os produzidos pela 3M e Loctite.

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

  • Facebook Social Icon
DESTAQUE NA REPARAÇÃO

COMO SE PROTEGER COM A ECONOMIA EM VÁRIOS CENÁRIOS

26/03/2020

1/3
Please reload

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Please reload