HOJE É ESSENCIAL - Mais nem sempre foi assim

02/02/2017

Quando Gottlieb Daimler inventou um dos primeiros automóveis, uma de suas principais inovações foi dispensar a parte elétrica

 

Hoje um sedan de luxo chega a contar com quatro quilômetros de fios, além de várias centrais eletrônicas. Após 130 anos de evolução, o sistema elétrico se tornou a “alma” de qualquer veículo. Sem ele, muitas vezes é impossível até abrir a porta.


Mas nem sempre foi assim. Quando os primeiros carros foram inventados, alguns pioneiros achavam que a eletricidade só atrapalhava. Gottlieb Daimler, por exemplo, que foi um dos “patriarcas” da Mercedes-Benz, usou a ignição por tubo quente de 1886 até 1898. 


Curiosamente, o primeiro avanço da parte elétrica nos veículos foi motivado pelas invenções de outro alemão: Robert Bosch. Em 1902, ele lançou o primeiro sistema realmente eficiente de ignição, com o uso de velas e um magneto de alta tensão.

 

MANIVELA - Mas os carros seguiam com um grande problema: a partida manual. Dessa vez, a solução veio dos Estados Unidos, com Charles Kettering, o fundador da Delco. Em 1911, foi instalado num Cadillac o sistema que é usado até hoje, formado pelo motor de partida, gerador e bateria.


O estilo de vida dos norte-americanos também foi decisivo para outro avanço: a popularização do sistema de 12 volts. Após a Segunda Guerra, nos “anos dourados”, a tecnologia de 6 volts se mostrou limitada diante dos grandes motores V8 e novos acessórios.

 

DOMÍNIO - A partir da década de 1960, com a chegada da eletrônica embarcada, o sistema elétrico não parou de evoluir. Uma das últimas grandes revoluções foi o desenvolvimento da rede CAN bus, que estreou no BMW 850 em 1986.


Hoje, ninguém duvida de que a eletricidade será decisiva para o futuro dos veículos. Seja nos novos padrões de 48 volts, capazes de acionar todos os acessórios do motor e até as suas válvulas, nos híbridos e elétricos; e, principalmente, nos carros autônomos.

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

  • Facebook Social Icon
DESTAQUE NA REPARAÇÃO

Leia a versão digital de Novembro da Revista Reparação Automotiva.

18/11/2019

1/3
Please reload

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Please reload