Nova forma de aprender, tecnologia a serviço das oficinas

 

Conectividade e ferramentas de realidade aumentada ajudarão o reparador a compreender e encontrar o defeito mais rápido

 

Livros, apostilas e vídeos serão coisas do passado quando o assunto for aprender a diagnosticar defeitos e substituir componentes automotivos. Tudo isso dará lugar a tecnologias de realidade aumentada e sistemas conectados, que informarão a distância os defeitos assim como a leitura de sensores e atuadores no exato momento da gravação da avaria.


A realidade aumentada já está em desenvolvimento e começa a ser explorada de forma experimental. Na Europa, diversas empresas se empenham em oferecer às montadoras projetos com a utilização de tablets e smartphones em que basta apontar o dispositivo para o carro para visualizar os corretos procedimentos de desmontagem e troca do componente defeituoso. Existe, inclusive, um projeto que utiliza os óculos do Google, o Google Glass, o que permite que as mãos do reparador fiquem livres para trabalhar. 


Independentemente do dispositivo utilizado, o fato é que este tipo de tecnologia permite uma compreensão mais rápida e eficiente de como resolver problemas já diagnosticados, principalmente por quem não é especialista no assunto, ou está vendo o negócio pela primeira vez.

 

Técnico Virtual - A conectividade dos veículos também auxiliará os reparadores em um futuro próximo. Na área de caminhões a Mercedes-Benz já disponibiliza para os clientes frotistas o sistema Detroit Connect Analytics com o serviço de diagnóstico a distância, o “Técnico Virtual”. Esta ferramenta envia uma fotografia do motor para a Central de Serviços ao Cliente tão logo se acendem luzes identificando um problema, auxiliando assim um rápido e eficiente diagnóstico.


O Novo Cruze Sport6 que a Chevrolet lança ainda este ano no mercado nacional contará com o um serviço novo no sistema OnStar, o Diagnóstico Avançado, que permite ao usuário checar, por meio de um aplicativo ou portal na internet, a condição dos principais sistemas do veículo, como motor, transmissão, emissões, freios e airbag, e caso detecte alguma alteração no veículo, o aplicativo alerta e instrui o usuário, a fim de proporcionar mais segurança e comodidade, minimizando riscos de pane mecânica e de encadeamento dos danos.

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

  • Facebook Social Icon
DESTAQUE NA REPARAÇÃO

Leia a versão digital de Novembro da Revista Reparação Automotiva.

18/11/2019

1/3
Please reload

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Please reload