fbpx

JAC lança novo furgão 100% elétrico

Disposta a consolidar sua nova identidade no mercado brasileiro, que exprime a vocação por veículos 100% elétricos, a JAC Motors está apresentando hoje o seu 10º (décimo) modelo totalmente livre de emissões no mercado nacional. De olho em um segmento crescente no país, que pode ser traduzido como “last mile”, ou “última milha” em tradução livre, o furgão E-JV 5.5 irá se destinar a entregas urbanas, especialmente no transporte de compras feitas online em que o operador retira a encomenda do centro de distribuição e leva diretamente à residência do comprador.

“Esse segmento tem crescido muito no Brasil desde o início da pandemia. O consumidor acostumou-se a realizar compras online e quer receber rapidamente sua encomenda em casa. Por isso, escolhemos um veículo com amplo volume de carga, em um total de 5,5 m3, que é ágil nos deslocamentos urbanos e pode ser conduzido por qualquer motorista, sem restrições de circulação nos centros expandidos de grandes cidades. Tudo isso sem contar a excepcional economia no custo por km rodado à transportadora, justamente por ser 100% elétrico”, resume Sergio Habib, presidente do Grupo SHC e da JAC Motors Brasil.

Custo operacional 7 vezes menor

Com torque imediato de 295 Nm (30,1 kgfm) e 204 cv de potência, o modelo 100% elétrico da JAC entrega força surpreendente sem nenhuma emissão de poluentes. Equipada com uma bateria de 50,2 kWh de capacidade, a E-JV 5.5 tem força, volume de 5,5 m3 de carga, 805 kg de carga útil e robustez aliados a 300 km de autonomia – essa razão ultrapassa os 350 km com o ECO ligado (aumenta a regeneração de carga nas desacelerações e nas frenagens) e o ar-condicionado desligado.

Para recarregar os 50,2 kWh, o proprietário do E-JV 5.5 vai gastar cerca de R$ 30, considerando o custo médio de energia elétrica no Estado de São Paulo, que é de R$ 0,60/kWh. Como o modelo da JAC percorre 300 km após esse investimento em uma recarga, a conta final é simples: R$ 0,10 (dez centavos) por km rodado. Agora apanhe o preço do óleo diesel: R$ 7,59, em média. Como as vans desse porte costumam fazer 10 km/l de diesel, isso gera um custo por km rodado de R$ 0,76 – sete vezes e meia mais alto.

O modelo possui custo operacional baixíssimo, não só pela diferença de preços dos “combustíveis”, mas também nas despesas de manutenção. O modelo dispende um valor seis vezes menor que as rivais nas despesas com revisões, todas com o mesmo porte movidas a diesel no país. É só lembrar que o modelo livre de emissões da JAC MOTORS não possui câmbio, embreagem, bicos injetores, bomba de injeção, óleo, filtros, catalisador, correias etc. Além dessas vantagens óbvias no custo de manutenção, o veículo totalmente elétrico possui permanentemente um nível de ruído zero, o que, por si só, possibilita maior conforto ao condutor e contribui para a diminuição da poluição sonora no tráfego urbano.

Como todo JAC Motors, o E-JV 5.5 é bem equipado

Incomum para veículos desse segmento, o pacote de equipamentos de série do E-JV 5.5 é bastante recheado. Como destaque, ele possui direção assistida, ar-condicionado, vidros, trava central e retrovisores com acionamento elétrico, regulagem de altura do volante, função Auto Hold, rodas de alumínio de 15 polegadas, sensor de estacionamento traseiro, luzes de neblina dianteiras e traseiras e TPMS (sensor que acusa baixa pressão dos pneus). “O ambiente na cabine é de um carro de passeio”, destaca Habib.

Outro diferencial do JAC E-JV 5.5 reside no kit multimídia com tela de 10,25 pol, que irá facilitar, e muito, o trabalho do motorista, por ser dotado com o pacote Google e permitir espelhamento para telefone celular por bluetooth (sem uso de cabo). Bastará que o motorista baixe o Waze ou o Google Maps pela Play Store e programe o próximo endereço para que a informação seja espelhada na tela do multimídia. O equipamento também inclui câmera de ré.

Furgão elétrico é trunfo para empresas que investem no ESG

Do alto da experiência de quem já atua no segmento de Veículos Comerciais 100% elétricos com três caminhões (iEV350T e iEV1200T, nas versões de 7,5 e 8,5 ton de PBT), mais duas vans (uma pra carga e outra pra passageiros), a JAC amplia consideravelmente sua atuação com a chegada do E-JV 5.5. “No segmento de Veículos Comerciais, ele será o mais vendido, visto que o segmento está em franca expansão no país e o posicionamento de preços que criamos é bem agressivo”, complementa Habib. “Estimamos cerca de 50 unidades por mês”.

O modelo estreia com uma vantagem imediata, direta e exclusiva, que é proporcionar a imediata diminuição nas emissões da frota de qualquer empresa que se aproprie dos indicadores ESG (Environmental, Social and Corporate Governance) em suas práticas de governança. Boas iniciativas nesses campos apresentam resultados positivos ao valor futuro das empresas, uma vez que são essenciais para a tomada de decisões dos investidores, ampliando dessa forma a competitividade das organizações no setor empresarial, seja no mercado interno ou externo.

Os números explicam melhor a vantagem do JAC E-JV 5.5 neste aspecto. Uma van movida a diesel que rode, hoje, 40.000 km por ano, emite cerca de 20 toneladas de CO2 no período. “São 200 toneladas para cada veículo num prazo de dez anos! A introdução dessa van 100% elétrica da JAC na frota das empresas de entregas urbanas consiste na anulação dessa gigantesca emissão de carbono”, acentua Habib.

Além de ser extremamente barato recarregar a van elétrica da JAC, o procedimento também é rápido. Se estiver com 20% de carga, o uso de um wallbox de 7 kWh vai dispender pouco mais de 6h30 para se atingir os 100%. Vendida por R$ 314.900, a JAC E-JV 5.5 começa a ser entregue aos primeiros clientes em novembro.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.