fbpx

Carro blindado e sua história

O carro blindado é sinônimo de segurança em meio a violência que acontece nos centros urbanos. A sua história começa no começo do século xx com os tanques de guerra e chegaram só depois nos meios civis, através de uma figura conhecida da história mundial. A Revista Reparação Automotiva conta um pouco da história do carro blindado.

A idealização do carro blindado

Carros blindados surgiram no início do século XX, pouco antes do aparecimento dos carros de combate (tanques). Inicialmente, eram carros ou caminhões convencionais protegidos com chapas de aço rebitadas, com frestas (ou em alguns casos, torres) equipadas com metralhadoras de baixo ou elevado calibre, ou em certo casos, canhões, sendo amplamente utilizados na primeira guerra mundial.

Após o período da primeira guerra mundial, um mafioso muito conhecido apareceu com o primeiro carro blindado da história. No começo da década de 1930, Al Capone apareceu com um Cadillac V8 Town Sedan de 1928.

Ele tinha 1.600 kg de blindagem, que eram feitas com amianto, material empregado na construção civil e balística. Os vidros foram trocados por um material com 3 cm de espessura e na parte traseira a peça era removível para que fosse possível atirar de dentro do carro.

O carro fora confiscado de Al Capone, preso por evasão fiscal e, em 1941, passou a ser utilizado pelo presidente norte-americano Franklin Delano Roosevelt.

Em 2012 o carro foi colocado em leilão sendo arrematado por U$ 341.000,00 e em 2020 foi colocado novamente à venda pela RM Auctions, nos Estados Unidos, com lance esperado de US$ 1 milhão.

Presença no Brasil

No Brasil, os primeiros veículos blindados chegaram nos anos 50. Eles eram feitos pela Massari para a transportadora de valores Brinks. Nos anos 80, a companhia criou a Massari Armour. A divisão era focada na produção de carros de passeio blindados. Uma década depois, havia no País ao menos outras três grandes empresas: Inbra, G5 e O’Gara (americana), onde eram feitos menos de 30 carros ao mês.

O primeiro grande salto do setor ocorreu com o Salão do Automóvel de 1996. A O’Gara mostrou a blindagem pela primeira vez ao grande público. Desde 1999, o Exército Brasileiro passou a controlar o registro de veículos de passeio blindados vendidos no País.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.