fbpx

Motul lança 1º lubrificante para carros produzido no Brasil

A multinacional francesa Motul anuncia o lançamento do X-Tech Lite 5W-30, o primeiro lubrificante para carros fabricado nacionalmente pela empresa, cujo objetivo é atender exigências específicas da frota brasileira e solucionar desafios no fornecimento enfrentados por toda a indústria.

O óleo 100% sintético, com viscosidade 5W30 e normativas 100% atualizadas (API SP e ILSAC GF-6A), vai contemplar uma ampla gama de aplicações em carros de entrada, desde zero quilômetro até usados com cinco anos ou mais, uma vez que o perfil do produto é exigido por muitas montadoras com foco em economia de combustível aliada à proteção e durabilidade dos motores.  

De acordo com Mariano Perez, general manager da Motul Brasil, a companhia responde a uma tendência de mercado com o lançamento. “Hoje praticamente todos os veículos que saem de fábrica já são abastecidos com lubrificantes 100% sintéticos. Muitos desses modelos demandam, ainda, as mesmas especificações de viscosidade e homologação atendidas pelo X-Tech Lite”, comenta.

Produto responderá por quase 50% das vendas de óleos para carros

A expectativa é que o novo produto responda por quase metade do volume de vendas no segmento de óleos para carros. A marca aposta na nacionalização de seu portfólio, com projeção de aumentar a fatia da produção local para 50% ainda neste ano. O X-Tech Lite 5W-30 é o terceiro produto fabricado no Brasil pela Motul, que anteriormente lançou dois lubrificantes para motocicletas – o Motul 3000+ e o novo Motul 5000+.

Lubrificante com alta performance e preço competitivo

Segundo Rafael Recio, gerente técnico da Motul Brasil, o X-Tech Lite 5W-30 se posicionará como um lubrificante que entrega alto desempenho por um preço competitivo. “Por atender os três principais requisitos do mercado nacional, o novo óleo é alinhado às novas tecnologias de motores, além de estar adequado à gasolina comercializada no Brasil, com alto teor de etanol, e ser compatível com as legislações ambientais”, finaliza Recio. 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *