fbpx

JSL e Volkswagen adotam uso de caminhão 100% a gás

O uso do caminhão bitrem movido 100% a gás na operação da Volkswagen diminui em 15% a emissão de poluentes

A JSL, empresa com o maior portfólio de serviços de logística do Brasil, e a Volkswagen, uma das maiores fabricantes de automóveis do mundo, iniciaram a operação com um caminhão bitrem movido 100% a gás. A ação conjunta está alinhada às metas de sustentabilidade de ambas as companhias para a redução da emissão de gases de efeito estufa.

O modelo escolhido para a operação é o Scania R 410, com motor alimentado por gás natural veicular (GNV), fabricado pela marca sueca que faz parte do Grupo Volkswagen. O caminhão realiza o trajeto de Piracicaba a São Bernardo do Campo, em São Paulo, transportando peças automotivas para abastecimento da linha de montagem da Volkswagen, percurso originalmente realizado por uma carreta a diesel. Embora a carga transportada seja considerada leve, com peso máximo de 16 toneladas, o volume é alto.

O uso do veículo nessa operação diminui em 15% a emissão de poluentes e permite misturar o GNV ao biometano, tornando as viagens mais sustentáveis. A empresa também realizou testes para avaliar o consumo e a autonomia e identificar as rotas ideais. Quando abastecido com o volume máximo (230 m³ de gás, ou cerca de 944 litros), o R 410, que é equipado com um motor de 410 cv de potência, consegue percorrer cerca de 500 km. Por se tratar de um bitrem – duas carretas –, o modelo é ainda mais eficiente na comparação com veículos com uma única carreta.

“Na JSL adotamos diferentes medidas a fim de mitigar os impactos de nossas emissões. Para aumentar a eficiência na operação da Volkswagen, um dos nossos primeiros clientes, buscamos priorizar combustíveis alternativos por meio de um caminhão 100% a gás. A iniciativa é a ponta de lança de um novo modelo operacional que alia otimização logística e redução na emissão de dióxido de carbono e de outros gases do efeito estufa”, destaca Eduardo Pereira, diretor comercial da JSL.

“O Grupo Volkswagen tem a meta de ser neutro em carbono até 2050, a partir de sua estratégia Way To Zero, e a Volkswagen do Brasil tem adotado uma série de medidas para colaborar com esse objetivo. Ter o primeiro caminhão a gás com nosso parceiro JSL nos permite avançar um passo importante na descarbonização da cadeia de suprimentos e logística de produção”, diz Miguel Sanches, vice-presidente de Operações da Volkswagen do Brasil e Região SAM. 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.