fbpx

Mercedes-Benz alcança 10.000 caminhões customizados vendidos

Centro de Customização de Caminhões (CTT) da Mercedes-Benz do Brasil atende demandas de clientes que solicitam caminhões customizados ou adaptações nos veículos de série, devido a necessidades específicas de suas operações de transporte

A Mercedes-Benz do Brasil alcançou, neste mês de maio, o marco de venda de 10.000 caminhões customizados pela própria Empresa, trabalho executado em sua fábrica de São Bernardo do Campo (SP). Este expressivo resultado representa o volume acumulado entre 2015 e maio de 2022. Aproximadamente 8.000 unidades foram comercializadas no mercado interno e 2.000 caminhões foram exportados, sendo cerca de 50% para países da América Latina e 50% para outros continentes.

Esse modelo de negócio envolve a participação de várias áreas da Empresa, como Marketing e Estratégia de Produto, Desenvolvimento, Engenharia, Produção, Logística, Custos, Controlling, Vendas e Peças & Serviços. Com base na sinergia das equipes, o Centro de Customização de Caminhões (CTT) da Mercedes-Benz do Brasil atende clientes que solicitam modificações ou adaptações nos veículos de série, devido a necessidades específicas de suas operações de transporte.

A equipe do CTT é formada por engenheiros, técnicos e operadores de produção com experiência em fabricação de protótipos, contando ainda com apoio do Centro de Customização da Daimler Truck na França.

“Nos primeiros sete anos do CTT, de 2015 a 2021, chegamos a 9.000 caminhões vendidos, o que dá uma média de 1.285 unidades por ano. Esse resultado mostrou a consolidação dessa solução para os nossos clientes, mesmo levando em conta os dois primeiros anos da pandemia, que afetou as demandas interna e externa”, diz Roberto Leoncini, vice-presidente de Vendas e Marketing Caminhões e Ônibus da Mercedes-Benz do Brasil. “Tanto é que em apenas cinco meses deste ano, até maio, já superamos 1.000 unidades, retomando um bom ritmo de vendas. Nossa expectativa é entregar 3.200 caminhões customizados em 2022”.

Graças à atuação do CTT, o cliente já recebe o veículo customizado de fábrica, com suporte especializado nas modificações, garantia, assistência técnica da Rede de Concessionários da marca e já financiado, quando for o caso, não precisando assim recorrer a terceiros para as adequações no caminhão. Isso assegura a qualidade e a confiabilidade da marca Mercedes-Benz.

CTT oferece um portfólio variado e com potencial de novas soluções

Diversos caminhões customizados saem do CTT a partir de pedidos individuais de clientes passam a ser oferecidas ao mercado e algumas até se transformam em itens de série, o que é o caso, por exemplo, do Pacote Robustez originalmente criado para o Atego para severas aplicações fora de estrada. Esse kit passou a ser disponibilizado como opcional, sendo montado diretamente na linha de produção de caminhões. Além disso, devido ao grande sucesso do Pacote Robustez, hoje o CTT também está preparado para montá-lo no Axor.

“Modificações muto específicas acabam sendo montadas na linha de produção própria do CTT”, afirma Roberto Leoncini. “Seja qual for a solicitação do cliente nós entendemos e atendemos da melhor forma. Ou seja, novamente, estamos praticando nosso mantra: As estradas falam e a Mercedes-Benz ouve cada voz”.

O CTT se destaca por um variado portfólio, com potencial de ampliação das soluções oferecidas aos clientes. Entre os itens já disponíveis destacam-se:

  • Pacote robustez para Atego e Axor. Contempla o parachoque dianteiro tripartido, que permite ângulo de entrada maior, grade metálica de proteção do farol, nova posição da luz de seta, primeiro degrau da cabina em metal e nova posição do suporte para placa, visando facilidade de acesso ao engate do cambão.
  • Kit de peças para implementação de 4º eixo no Atego e no Axor.
  • Kit de peças para o Axor com direção autônoma da Grunner. Oferecido nas versões 8×4 e 6×4, com várias capacidades de carga, a máquina inteligente Axor 3131 é o primeiro Mercedes-Benz com direção autônoma a ser utilizado numa operação diária regular no Brasil. Este modelo fora de estrada opera 24 horas por dia na colheita da cana-de-açúcar.
  • Atego 2730 identificado como “Tara Leve” graças à redução de peso do caminhão. O modelo traz elementos mais compactos, como cabina curta, tanque de combustível de 120 litros, tanque de ARLA de 12 litros e caixa de bateria menor, entre outras otimizações, além de rodas de alumínio.
  • Kit de peças para Axor basculante 8×4.
  • Kit de peças para caminhões Accelo e Atego de coleta de resíduos.
  • Ajustes de entreeixos específicos para Atego 3026 e 3030 8×2.
  • Kit de peças para carro-forte sobre chassi 915 E que recebeu o primeiro ar-condicionado automotivo 100% elétrico do mundo com energia solar fotovoltaica.
  • Unidade Móvel de Saúde do Axor “Amigos do Bem” do projeto #UnindoForças.
  • Ajustes de tanques de combustível, visando flexibilidade de autonomia.
  • Redução da tara do veículo conforme aplicação do cliente.
  • Actros “Coração Estradeiro”: cor cinza Galcon fosca, adesivação personalizada, grade dianteira da cabina black piano com frisos cromados, defletor de teto, defletores laterais, geladeira de 25 litros, rodas de alumínio, pistola de ar em alumínio para limpeza interna da cabina, side skirt (saias laterais) Alliance e TV Alliance.
  • Arocs 8×4 para mineração: caixa de proteção da chave geral com fechadura, indicador de torque das porcas das rodas, Giroflex com luz giratória, suporte da válvula de basculamento, limpador de para-brisa na posição vertical, proteção da tampa do tanque de combustível e do ARLA 32, horímetro adicional instalado na porta do motorista, preparação para instalação de câmeras de monitoramento e sensor de fadiga.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.