fbpx

Dicas para prolongar a vida útil das baterias automotivas

parceria stellantis e senai
Stellantis e Instituto SENAI de Inovação para TICs anunciam parceria
12 de novembro de 2021
Estratégias para economizar e cuidados com os pneus
12 de novembro de 2021

Dicas para prolongar a vida útil das baterias automotivas

dicas para bateria

Componente vital para o funcionamento do veículo, a bateria tem como função principal fornecer energia para o motor de partida, sendo responsável também pela alimentação do sistema de ignição e injeção. O sistema de iluminação e demais equipamentos acionados enquanto o motor não está operando também dependem da bateria e com veículos cada vez mais tecnológicos, com um volume de eletrônica embarcada cada vez maior, a importância do item está ainda mais relevante para garantir o equilíbrio elétrico e a estabilidade de funcionamento dos sistemas eletricamente assistidos.

Referência global em baterias automotivas, a Marelli Cofap Aftermarket, que comercializa as baterias Magneti Marelli, esclarece que o componente pode durar anos, mas, dependendo do modo de uso, sua vida útil pode ser reduzida drasticamente. Para que a bateria tenha uma durabilidade maior, é importante adotar alguns cuidados, além da utilização de um produto de qualidade. Assim, a empresa orienta:

  • Evite deixar o carro desligado por muito tempo para que a bateria não descarregue. Se não houver alternativa, a bateria deve ser desconectada eletricamente;
  • Ao sair do veículo, confirme se o rádio e lanternas estão desligados;
  • Evite manter luzes e equipamentos elétricos acionados por muito tempo enquanto o carro estiver desligado;
  • Procure desligar os equipamentos antes de desligar o veículo. Não é recomendável dar partida no motor com equipamentos ligados;
  • Atenção redobrada no inverno. Por diversos motivos técnicos, as baterias são mais vulneráveis nos dias frios;
  • Mantenha as revisões em dia. Lembre-se especialmente do alternador, já que ele é o responsável pela alimentação da bateria e pelo fornecimento de energia elétrica ao veículo enquanto o motor está em funcionamento. O alternador com avaria perderá eficiência e deixará de carregar a bateria adequadamente, o que reduzirá sua vida útil;
  • Utilizar sempre a bateria especificada para o veículo.

Na hora de verificar problemas na bateria, é importante observar:

  • Se os valores de tensão estiverem fora do padrão, o sistema de carga do veículo deve ser testado ou reparado. As ligações elétricas também devem ser verificadas – fixação e polaridade.
  • Com o motor a cerca de 3000 RPM, a tensão medida nos bornes da bateria deve estar entre 13,7 V a 14,7 V. O valor mínimo de 13,7 V deve ser obtido com os faróis ligados e o valor máximo de 14,7 V, com todos os consumidores elétricos desligados.
  • Se a bateria estiver perdendo carga, verifique o consumo de corrente com o veículo desligado que deve ser, no máximo, de 800 mA.

Apesar de todas essas medidas, é inevitável a necessidade de substituição da bateria quando sua vida útil termina. Dificuldade ao dar a partida no motor, oxidação nos terminais e acendimento da luz de alerta no painel de instrumentos do veículo são sinais de que a bateria deve ser verificada imediatamente. Eventualmente, a bateria aceita recarga, mas essa possibilidade deve ser avaliada por especialistas.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *