fbpx

5 sintomas de uma unidade de controle do motor defeituosa

A importância de manter a troca de óleo em dia
19 de outubro de 2021
transmissão de motos cobreq
COBREQ lança linha de kit de transmissão para motos
19 de outubro de 2021

5 sintomas de uma unidade de controle do motor defeituosa

A unidade de controle do motor (ECU) é provavelmente um dos componentes mais importantes em seu carro ou caminhão. Ele é responsável por controlar todos os aspectos do desempenho do motor quando ele está funcionando. Se estiver falhando, você terá problemas com o motor e como ele opera.

Quais são os sintomas de uma unidade de controle do motor com defeito? 

Os sintomas de uma ECU defeituosa incluem luz de verificação do motor exibida no painel, falha na partida, uma falha de um ou mais dos sistemas do veículo e problemas com o desempenho do motor.

Uma falha no módulo de controle do motor também pode afetar muitos outros sistemas eletrônicos que precisam ser capazes de se comunicar com a ECU para operar. Uma falha na ECU pode levar a problemas com sistema de freio ABS, do ar condicionado, as travas elétricas das portas, vidros elétricos, airbags, lanternas e até mesmo o sistema de entretenimento do carro. 

Os Sintomas De Um Módulo De Controle Do Motor Defeituoso

A função do módulo é ajustar o desempenho do motor usando os valores que recebe dos diversos sensores. Se um sensor relatar um valor que está fora da faixa normal ou não retransmitir nenhum sinal, geralmente significa que há um problema com o veículo.

Mas como identificar se há um problema com o próprio módulo de controle do motor? 

É uma tarefa difícil de se identificar, uma vez que os sintomas de uma ECU defeituosa podem imitar os defeitos de um sensor com defeito. São necessários alguns testes de sensores para eliminar a hipótese de sensor e diagnosticar uma unidade de controle do motor com defeito.

Um módulo de controle pode desenvolver um erro interno e continuar se comunicando com o resto do veículo, por isso fique atento aos 5 sintomas mais comuns que indicam um módulo com defeito:

1 – Luz do motor ligada no painel

A luz do motor de verificação pode acender por diversos motivos. Defeito no módulo pode ser um deles. Esta pode ser a primeira indicação de que há algo errado, especialmente se não houver outros sintomas, se a luz do motor de verificação estiver piscando e não há nada de errado nos sensores e outros sistemas, pode indicar uma falha na unidade de controle do motor.

2 – Gasto excessivo de combustível

A unidade de controle do motor é responsável pela taxa de entrega de combustível durante o processo de combustão. Ele calcula a quantidade necessária de combustível para os injetores monitorando as condições atuais de direção, como a carga atual do motor, a posição do acelerador e a quantidade de sucção no coletor.

Se um ou mais desses valores não forem coletados pela ECU, ela não poderá operar o motor com a eficiência que deveria. Isso levará a uma diminuição no desempenho e maior uso do combustível. 

O alto gasto de combustível pode ser um sintoma de diversas falhas de componentes do motor, por esse motivo pode ser muito difícil associar que este problema tenha origem um defeito da ECU.

3 – Problemas intermitentes do Motor

O ECM controla o funcionamento do motor. Problemas no ECM causam falhas de ignição, oscilação e estolagem.

A ECU controla o fornecimento de combustível avaliando a entrada de ar, a posição do acelerador, as posições do eixo de comando e do virabrequim e muitas outras variáveis ​​do motor em tempo real. Uma ECU com defeito pode perder sua conexão de forma intermitente com um ou sensores, fazendo com que o motor se comporte de forma irregular.

Para identificar, será necessário verificar todos os sensores do motor principal, um por um, para descartá-los. Se o motor estiver dando partida e funcionando, pode ser útil levá-lo para um passeio enquanto você monitora o motor em tempo real usando um scanner de diagnóstico. 

Isso também pode ajudar a localizar as peças do motor que parecem estar funcionando corretamente (como o fornecimento de combustível, a posição do acelerador, a pressão do coletor de admissão, etc.), mas podem não estar se comunicando com a ECU o tempo todo. 

4 – Falta de Potência do Motor

Se a ECU não estiver fazendo seu trabalho, o motor não funcionará com 100% de desempenho. Uma das principais falhas podem ser falta de potência e aceleração quando necessário.

Se a ECU não estiver monitorando com eficácia as condições atuais do motor, ela não poderá ajustar o fornecimento de combustível para corresponder à entrada de ar. Ele também pode parar de se comunicar com o módulo de controle da transmissão e isso pode levar a problemas de marcha errada ao tentar acelerar ou desacelerar. 

A ECU também monitora o sistema de refrigeração do motor. Se detectar um superaquecimento do motor, ele pode ativar a ventoinha auxiliar do radiador. Ele também está envolvido no controle dos termostatos eletrônicos em motores modernos. Esses termostatos podem ser abertos e fechados pela ECU para aumentar a eficiência da combustão do motor e reduzir as emissões.

5 – Carro travado

Na maioria dos veículos modernos, a ECU se conecta ao módulo de controle da carroceria (BCM). 

O BCM é responsável pelo controle do travamento central, dos vidros elétricos, da iluminação externa e de outros sistemas não relacionados ao motor e funciona independentemente da ECU, mas às vezes se comunicará com ela, por exemplo, ao ligar o motor. 

Por este motivo, se a ECU estiver com defeito, pode causar problemas com as fechaduras das portas, o imobilizador e a ignição. 

Como testar um Módulo de Controle do Motor

Para ajudar a diagnosticar se é de fato o ECM que está causando o problema, existem alguns testes que você pode fazer antes de substituí-lo:

1 – Inspeção visual do ECM

Verifique se há sinais visuais de superaquecimento ou oxidação por umidade. Muitas vezes, um ECM pode apresentar defeito devido a uma placa de circuito queimada ou a um curto na fiação elétrica.

2 – Execute um Teste de Diagnóstico usando um Leitor de Código

Acesse a ECU usando um leitor de código de diagnóstico. Se o leitor não conseguir se comunicar com a ECU, pode haver um problema. Se conseguir se conectar, tente recuperar todos os códigos de erro armazenados na memória.

3 – Analise todos os Códigos de Erro apontados pela ECU

Anote todos os códigos de erro na memória da ECU que sugira um problema com o motor ou sensores e verifique cada um cuidadosamente para ver se são falhas ou falsos positivos. 

4 – Verifique a bateria

O módulo de controle do motor precisa de um fornecimento constante de energia e da voltagem correta para operar corretamente. Se a bateria do carro estiver acabando ou algumas de suas células falharem, isso pode fazer com que o ECM se comporte de maneira estranha.

Nós da EcumixSolutions possuímos um curso de Manutenção de Módulos Automotivos completamente dinâmico, atualizado, didático e com certificado onde você aprenderá mais sobre Módulos, AirBags, Reparo, Programação e muito mais. Aumente seu lucro oferecendo manutenção eletrônica de qualidade!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *