O segmento da reposição em 2021 – Revista Reparação Automotiva

O segmento da reposição em 2021

pastilha de freio cofap
Cofap amplia a oferta de pastilhas de freio automotivas
10 de setembro de 2021
Sabe dizer, quão produtiva é a sua oficina?
13 de setembro de 2021

O segmento da reposição em 2021

O segmento da reposição de peças no setor automotivo brasileiro movimentou no primeiro semestre de 2021 algo próximo de US$ 2,5 bilhões, segundo dados preliminares, número que impressiona qualquer analista mais integrado com o acompanhamento e comparativos do desempenho da economia. 

Já a frota de veículos automotores atingiu números também relevantes com 68,15 milhões de unidades em circulação, entre todos os segmentos, com crescimento até agora de +1,5% em relação ao ano de 2020.

Fonte: Estatísticas GeoAfter®(www.geoafter.com.br)

As oscilações da produção e vendas de veículos para o mercado interno mostradas em 2020 (ano mais intenso da pandemia), provocaram redução do crescimento da frota geral, sendo que alguns componentes da reposição sentirão mais a demanda reduzida destes itens a partir de 2023 ou 2024 (como alguns itens de suspensão e motor, cuja manutenção ocorre após três ou quatro anos do veículo em circulação). 

No setor de autopeças, a distribuição do faturamento entre os segmentos mostra a situação atual do mercado:

Fonte: Anuário do Sindipeças para os anos 2019 e 2020. Estimativa de Estatísticas GeoAfter® (www.geoafter.com.br) para o ano 2021.

Nos anos de 2019 até 2021, a participação percentual no faturamento das indústrias de autopeças para o segmento da reposição ficou estacionado em 18,3% em média sobre o total. 

Fonte: Sindipeças – Faturamento com ICMS e sem IPISetor de autopeças total (não só associados Sindipeças)

As bases das informações automotivas

Já foram mais abrangentes, simples e com maior facilidade de acesso aos dados que permitiam melhor conhecer e orientar sobre as decisões no setor automotivo, sobretudo no segmento da reposição.Na ausência das informações das entidades oficiais, surgem empresas que trabalham a informação de produção e venda para o mercado interno da frota veicular automotiva como apoio aos fabricantes e distribuidores. 

A maioria oferece serviços de assinaturas e com características próprias de análises, como a GeoAfter, por exemplo, que possui um banco de dados expressivo e contendo informações sobre a frota por modelo, localização da frota por município e cálculo da demanda de peças por região, ajudando a orientar empresários do setor de como programar a ação comercial das suas empresas.

Não é tarefa fácil organizar a atuação da empresa no segmento da reposição automotiva, que é competitivo, detalhista, desafiador e cheio de oportunidades.

Sergio Duque é Economista, pós-graduado em Marketing e professor universitário. Há 30 anos atua no mercado de reposição de autopeças. Para receber mais informações de geomarketing, acesse: www.geoafter.com.br

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *