fbpx
Conheça a história do limpador de para-brisa

Conheça a história do limpador de para-brisas

Dirigir na chuva é um dos grandes perigos que um motorista precisa passar. Para nos ajudar nessa situação existe um equipamento importante, vamos contar a história do limpador de para-brisas. 

O começo da história do limpador de para-brisas

Em 19 de fevereiro de 1866, Mary Anderson, uma empresária da construção civil e fazendeira criou aquele que seria uma das invenções mais importantes no automobilismo, o limpador de para-brisas.

criadora do para brisa, Mary Anderson

Em uma viagem Mary percebeu que os motoristas da época dirigiam com a cabeça para fora e o condutor do bonde parava várias vezes durante o trajeto para tirar a neve do para-brisa. Com essa situação em mente, rascunhou o dispositivo e com a ajuda de uma oficina local idealizou o primeiro protótipo do projeto, basicamente uma lamina de borracha fixa em uma haste de metal, controlada por uma alavanca dentro do veículo.

Ninguém menos que Henry Ford se encantou com a invenção e introduziu o limpador de para-brisa no Ford T, primeiro carro da montadora e um dos veículos mais vendidos de todos os tempos.

Sua patente 743801, foi concedida em 10 de novembro de 1903 sendo que a versão atual do limpador de para-brisas foi pouco modificada desde a invenção, permanecendo a ideia básica de uma haste de metal com um filete de borracha.

Mary Anderson foi a primeira mulher a inventar um item para o automóvel, e apesar de ser considerada uma incentivadora das mulheres na indústria, acabou sendo esquecida na história do automóvel, morrendo pobre e sem os créditos por sua invenção. 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.