Ferramentas adequadas para a manutenção do sistema de suspensão

Ferramentas adequadas para a manutenção do sistema de suspensão

lançou a linha “Tecfil Max Pro Pesado”, destinada a frotistas, aplicadores e também reparadores, e aplicada em mais de 1.500 modelos de ônibus e caminhões rodoviários e urbanos.
Tecfil lança novos filtros para a linha pesada
22 de abril de 2021
Câmeras frontais da ZF agregam valor aos veículos produzidos no Brasil
Câmeras frontais da ZF agregam valor aos veículos produzidos no Brasil
22 de abril de 2021

Ferramentas adequadas para a manutenção do sistema de suspensão

Ferramentas adequadas para utilizar no serviço de manutenção do sistema de suspensão
Alicates especiais, extratores e colocadores e torquímetro são alguns dos instrumentos essenciais para efetuar o serviço.

Composto por diversos componentes, entre eles, amortecedores, molas, braços, barra estabilizadora, pivôs, bandejas, buchas e bieletas, o sistema de suspensão é responsável por absorver os impactos do solo e assegurar o conforto e garantir a estabilidade do veículo. Por fazer parte dos itens de segurança do veículo, é fundamental que a manutenção do sistema de suspensão seja realizada com algumas ferramentas específicas para o reparo destes componentes. “É muito importante usar ferramentas adequadas na oficina, pois, além de facilitar o dia a dia e otimizar o tempo gasto com cada reparo, traz excelência na prestação do serviço”, comenta Jair Silva, gerente de qualidade e serviço da Nakata.

Silva cita como exemplo os alicates, ferramentas comuns em oficinas. “Há os convencionais, de corte, de bico que são fundamentais para sacar anéis internos ou externos, hoje a maioria dos pivôs tem anel de segurança, então a utilização de alicate acaba sendo uma atividade corriqueira”, adverte o gerente, lembrando também que o kit de chaves para remoção e aperto em porcas de haste de amortecedores também são fundamentais. “Não é recomendado usar parafusadeira pneumática”, alerta. 

Segundo Silva, extratores e colocadores são outros instrumentos relevantes, usados em pivôs, buchas e terminais de direção, bem como o torquímetro, muito usado para dar aperto final em parafusos e porcas, sem estragar a peça na qual estão sendo fixados. Também é necessário o encolhedor de mola, utilizado em caso de substituição deste componente, do amortecedor ou coxim.

O cajado é outra ferramenta importante para auxiliar o mecânico na manutenção do sistema de suspensão. 

Já as prensas hidráulicas são indicadas na remoção e montagem de buchas, rolamentos de cubos de rodas e para prensar pivôs de embutir na bandeja. “Esses processos se tornam mais rápidos e seguros”, diz.

Silva recomenda também guardar as ferramentas em local específico, como um painel, por exemplo. “Permite que fiquem visíveis, organizadas e com fácil acesso”, finaliza.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *