Tecfil lança linha de filtros para câmbio automático – Novidades

Tecfil lança linha de filtros para câmbio automático

Conheça indícios de falha no terminal de direção
Indícios de falha no terminal de direção
13 de abril de 2021
Aplicativo da DRiV reúne aproximadamente 3 mil produtos para o mercado de reposição
Aplicativo da DRiV reúne 3 mil produtos para o mercado de reposição
14 de abril de 2021

Tecfil lança linha de filtros para câmbio automático

Tecfil lança linha de filtros para câmbio automático
Nova família de filtros contará inicialmente com 25 produtos aplicáveis em mais de 230 modelos de veículos nacionais e importados, e ganhará outras opções ao longo deste ano 

A Tecfil anuncia a nova linha de filtros para câmbio automático. Composta inicialmente por 25 produtos, a linha é aplicável em mais de 230 modelos de veículos nacionais e importados, e ganhará novas opções ao longo deste ano. 

O lançamento integra a estratégia da companhia para manter-se com o portfólio mais completo possível e atende à demanda crescente do mercado e dos profissionais que atuam com manutenção e reparação de sistemas de câmbio automático. 

“Temos investido fortemente em novos produtos para cobrir todos os segmentos automotivos e ampliar ainda mais a nossa presença no mercado de reposição”, conta Plinio Fazol, gerente de marketing e novos produtos da Tecfil. 

O filtro do câmbio automático é importante para o perfeito funcionamento do sistema de transmissão do veículo. Responsável por reter as partículas provenientes da fricção das peças móveis, que compõem o sistema de transmissão, o filtro evita o desgaste excessivo dos componentes internos. 

Para sua manutenção, a Tecfil recomenda seguir o prazo de troca descrita no manual do veículo, bem como realizar a substituição do item sempre junto com a troca do óleo do sistema de transmissão. “A troca no prazo correto evita a saturação, a baixa eficiência de circulação do óleo, impede a entrada de contaminantes no sistema de transmissão, que podem gerar a perda de rendimento e trepidação, e, em casos mais graves, o travamento da transmissão devido ao desgaste”, alerta Fazol. 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *