Como utilizar o Multímetro Automotivo – Revista Reparação Automotiva

Como utilizar o Multímetro Automotivo

Como utilizar o Multímetro Automotivo

como utilizar corretamente o Multímetro Automotivo

Imagem: Divulgação

O diagnóstico automotivo é mais complexo do que se imagina. Conheça e compreenda as medições do equipamento

Para utilizar o Multímetro é necessário que o reparador tenha conhecimento técnico da aplicação de cada equipamento de teste e de cada ferramenta específica. O multímetro recebe este nome por ser um equipamento que traz em sua construção a unificação de outros equipamentos em sua estrutura. Veja a apresentação deste importante equipamento.

1) VOLTÍMETRO Equipamento para medir tensões, voltes: AC- Corrente Alternada / DC-Corrente Contínua

Voltímetro, multímetro automotivo

2) AMPERÍMETROEquipamento para medir a Corrente Elétrica A – Ampere / mA- Miliampere

amperímetro de um multímetro automotivo

3) OMÍMETRO Equipamento para medir a Resistência Elétrica: Ω-Ohm / KΩ- Kilo-ohms

Omímetro de um multímetro automotivo

4) FREQUENCÍMETROEquipamento para medir a Frequência Elétrica: HZ- Hertz

Frequencímetro de um multímetro automotivo

5) TERMÔMETROEquipamento para medir temperatura C/F

TERMÔMETRO - Equipamento para medir temperatura C/F do multímetro automotivo

6) BEEP Sinal sonoro para medir continuidade: )))

7) Teste de Frequência da Sonda Lambda HZ- Hertz:

Teste de Frequência da Sonda Lambda HZ- Hertz, multímetro automotivo

8) BORNES DE LIGAÇÃO 

9) PONTAS DE PROVAS (TESTES) 

Entenda como utilizar o Multímetro na Reparação Automotiva:

Ao escolher o multímetro, é necessário ficar atento a algumas escalas que são indispensáveis para manutenção automotiva. Normalmente todo multímetro possui escala de tensão, corrente, resistência, mas nem sempre trazem teste de continuidade (Beep), temperatura e frequência. No multímetro de um reparador automotivo não podem faltar tais escalas e funções, pois algumas informações acompanhamos pelo scanner automotivo, mas outras precisam ser medidas diretamente no componente.

  • Conferindo a Carga do Alternador V- Tensão em Corrente contínua
Conferindo a Carga do Alternador V- Tensão em Corrente contínua
  • Teste de Sensor de Temperatura-Resistência
Teste de Sensor de Temperatura-Resistência
  • Teste de Frequência da Sonda Lambda HZ- Hertz: Estes são alguns dos inúmeros testes que podemos realizar com multímetro, ele não dispensa o recurso de outros equipamentos, mas contribui no diagnóstico automotivo. Em casos mais avançados de eletrônica embarcada, deve ser utilizado para maior precisão o Osciloscópio.
Teste de Frequência da Sonda Lambda HZ- Hertz:

ATENÇÃO

Diagnóstico:

  • Possua tabela referência dos componentes a serem testados.
  • Possua diagrama elétrico do circuito a ser reparado.
  • Pontas de provas do multímetro precisam estar em ótimas condições de uso.
  • Bateria interna sempre com tensão ideal de trabalho.

Utilização:

• Observe a escala de medição para não danificar o aparelho, exemplo medir tensão com multímetro em escala de corrente elétrica (amperímetro).
• Não espete as pontas de provas em cabos de ignição, além de danificar aparelho há um provável risco de choque.
• Não deixe o display digital exposto ao sol, pois o mesmo irá danificar o cristal líquido.
• Mantenha-o em local seguro livre de quedas e pancadas.

Uso
As áreas que utilizamos o multímetro na reparação automotiva são: Sinalização e iluminação, Sistema de carga e partida, Eletrônica embarcada, Gerenciamento eletrônico do motor (injeção), Freios ABS, e Gerenciamento de transmissão automática e automatizada.

Compra
Existem várias marcas no mercado, mas é importante que não se defina apenas pelo custo inicial do aparelho, mas pelas funções que o mesmo possui, qualidade de suas pontas de provas e seu acabamento. Opte por equipamentos que possuam borracha protetora, que possuam chave seletora com opção de desligamento por interruptor. Leia o manual de seu equipamento, busque conhecer a melhor forma de utilizá-lo e conservação.

Até a próxima.

Leandro Marco
Busque qualificação profissional na General TECH, de Uberaba (MG)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *