Proteja sua oficina para tempos de crise – Revista Reparação Automotiva

Como blindar sua oficina para tempos de crise

Como blindar sua oficina para tempos de crise

Como blindar sua oficina mecânica em tempos de crise

Olá Pessoal, o ano de 2020 foi desafiador, muitas empresas iniciaram 2021 profundamente abaladas na sua estrutura financeira, sobrevivendo na base de linha de crédito ou antecipação de cartão de crédito, muitas deixaram de existir, e outras conseguiram iniciar um novo ano com entusiasmo e investimentos para a retomada, graças a uma estrutura financeira sólida. Sim, existem oficinas que graças a uma estrutura financeira sólida, baseada em planejamento, controles e estratégias conseguem passar por crises sem abalar sua estrutura ou entrar em endividamento. Não sei qual é a sua situação, mas para que você possa blindar sua oficina mecânica para possíveis crises, estaremos iniciando a Nova Série de Dicas: Como blindar sua oficina para tempos de crise.

Todo empresário deve ter clareza sobre possíveis ameaças externas que podem impactar o seu negócio, e assim estruturar para que o impacto não danifique o bom funcionamento dele. Não se trata de ser otimista ou pessimista, mas sim realista. Nos meus treinamentos e consultorias, quando o assunto é custos, sempre oriento separar do fluxo de caixa, o custo de rescisão de toda equipe e direitos trabalhistas do ano corrente (13º salário e férias), e também um valor equivalente a 3 meses (a quantidade de meses não é uma regra, mas sim uma sugestão, e cada empresa deve avaliar, mas a referência mínima 1 mês) o custo da empresa, deixar em uma aplicação financeira onde possa obter rendimento e fácil liquidez, com o propósito de caso haja, a interrupção da atividade da empresa, por crise ou por qualquer outro motivo, teria um fôlego financeiro para suportar e ajustar a estratégia. Ninguém nunca pensou que seria obrigado a fechar as portas do seu negócio, não podendo atender seus clientes, seus clientes perdendo emprego, o que dificulta ainda mais a retomada dos negócios, além é claro de possíveis inadimplências. Na teoria sempre existiu esse cenário, porém em 2020 sentimos na prática, por tanto entenda, não estamos falando de algo que é apenas uma hipótese remota, mas sim algo que já aconteceu e não é possível ter certeza quando poderá ocorrer novamente.

Todo empresário deve ter clareza sobre possíveis ameaças externas que podem impactar o seu negócio, e assim estruturar para que o impacto não danifique o bom funcionamento dele.

Rodimar Marchiori

A primeira dica é você saber qual é o valor de rescisão de toda sua equipe, essa informação quem lhe dará será a sua contabilidade, peça para fazer a simulação como se fosse demitir todos os funcionários pagando o aviso indenizado no fim de fevereiro. Depois faça o cálculo de quanto você deverá depositar mensalmente para 13º salário e férias (para toda equipe), e adicione também o equivalente a 50% do valor da guia de FGTS (custo multa do FGTS). Esse valor deverá ser depositado mensalmente na conta de rescisões e direitos trabalhistas, que está separada do fluxo de caixa geral da empresa. Talvez você não consiga fazer essa separação do dinheiro neste momento, mas faça o controle, atualize todos os meses para ter clareza de qual valor você precisará separar no futuro. Entenda que será uma das suas metas de 2021. 

Para receber mais dicas de gestão, siga nas redes sociais Instagram, Facebook e no Youtube Rodimar Marchiori, e participe do Grupo no Telegram envie seu Nome, Cidade e Estado para o WhatsApp (48) 9 9959 9733.

gestão de oficinas mecânicas
Rodimar Marchiori – Diretor da Marchiori Consultoria
Para receber mais dicas de gestão, siga no Instagram, no Facebook, no Youtube. Participe do nosso grupo no Telegram.
Entre em contato com o Rodimar no WhatsApp.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *