FCA premia parceiros da Supply Chain que se destacaram em 2020

FCA premia parceiros da Supply Chain que se destacaram em 2020

FCA premia parceiros da Supply Chain que se destacaram em 2020

Evento on-line reconheceu os melhores fornecedores de transporte e logística em três categorias

A Fiat Chrysler Automóveis (FCA) realizou, nesta semana, a primeira edição do Latam Supply Chain Awards, evento de premiação dos melhores fornecedores da cadeia de logística no ano de 2020. No evento on-line, foram homenageados os parceiros que se destacaram nas categorias “SCM Inovação e Sustentabilidade”, “Performance” e “Fornecedor do Ano”, além da menção honrosa “Parceiro de Valor”.

O prêmio faz parte do “Programa de Relacionamento com os Fornecedores da Supply Chain” e tem como propósito fortalecer as conexões de transparência e confiança na busca de agilidade em ações e decisões para a construção de parcerias sólidas e duradouras. “Nosso desafio é engajar cada vez mais nossos parceiros em um elo de comunicação e objetivos comuns, tendo como tripé a transparência, a confiança e a colaboração para gerar valor e resultados de longo prazo”, afirmou Valentino Mancini, diretor de Supply Chain da FCA para a América Latina.

Na seleção dos vencedores, foram avaliados indicadores específicos que englobam a gestão da Supply Chain na América Latina, levando em conta complexidade e relevância dos projetos realizados ao longo do ano. “A parceria é a chave do relacionamento que gera valor. Somente com parceiros fortes, é possível atingirmos os resultados dos nossos desafios diários. Quando essa união de interesses caminha para um resultado comum, o ganho é de todos”, destacou Aline Rebelo, head of Procurement da FCA Supply Chain, que comandou o evento juntamente com Valentino Mancini.

Premiados

Na categoria “SCM Inovação e Sustentabilidade”, o vencedor foi a Mercosul Line. A empresa está à frente do serviço de cabotagem integrando os portos de Paranaguá (PR) e de Suape (PE) no transporte dos motores produzidos em Campo Largo até o Polo Automotivo Jeep, em Goiana. Além da agilidade, as vantagens da cabotagem também passam pela sustentabilidade, com significativa redução das emissões de CO2. “É um projeto disruptivo e inovador que fez com que a FCA se tornasse a primeira empresa do setor automotivo a realizar a cabotagem”, ressaltou Aline Rebelo.

O Terminal Zarate conquistou o troféu na categoria “Performance”. O porto privado, localizado na Argentina, se destacou pela excelência nos serviços prestados, sempre com respostas eficazes na busca de flexibilidade e otimização dos processos.

O título de “Fornecedor do Ano” ficou com a Tora Transportes. O prêmio é resultado do trabalho em conjunto com a FCA para reduzir custos, burocracia e também impactos ambientais, com soluções criativas e visão de longo prazo. Uma das novidades implantadas pela Tora neste ano foi o transporte multimodal de contêineres entre o Porto do Rio de Janeiro e o Polo Automotivo Fiat (Betim, MG), integrando ferrovias e rodovias.

Além das premiações, o Latam Supply Chain Awards marcou também a indicação do “Parceiro de Valor”. A menção honrosa foi para a Sadi, uma divisão da FCA Services, em reconhecimento pelos serviços de excelência no desembaraço aduaneiro de cargas da FCA e suporte aos fornecedores, sempre com proatividade e flexibilidade.

Multimodal

Na visão de Valentino Mancini, o grande vencedor de 2020 foi a multimodalidade. As três empresas premiadas têm em comum o desenvolvimento de projetos multimodais, reforçando a jornada na busca das alternativas criativas para a construção da Supply Chain do futuro. “O ano de 2021 será um ano-chave para a FCA. Os desafios serão muitos, mas juntos somos mais fortes e, com certeza, conseguiremos alcançar os objetivos idealizados”, afirmou Valentino Mancini.

O presidente da FCA para a América Latina, Antonio Filosa, também reforçou a relevância da parceria alinhada à visão de futuro. “2021 será um ano seguramente melhor, com o mercado retomando dimensões importantes. E, por isso, precisaremos ainda mais da parceria dos fornecedores de transporte e logística, pois não podemos parar a geração de ideias para otimizar custos, melhorar os serviços e agregar competitividade. Não podemos parar a nossa obsessão de servir cada vez mais e cada vez melhor o nosso cliente final”, concluiu.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *