Consiga a máxima quilometragem com a transmissão automática

Consiga a máxima quilometragem com a transmissão automática

Talvez você já tenha gasto muito dinheiro com reparos na transmissão automática do veículo ou tenha comprado uma nova, ou até mesmo conhece quem gastou. Qualquer que seja a razão temos o maior interesse em evitar gastos com reparos de câmbio automático no futuro.

Isso faz sentido. E existem várias coisas que podem ser feitas para manter a transmissão automática rodando anos sem problemas. Algumas delas envolvem manutenção preventiva e outras mudanças nos hábitos de direção.

Verifique o fluido da transmissão regularmente

No Brasil, temos uma condição um pouco diferente de manutenção, se comparado a outros países que utilizam veículos com transmissão automática. A maioria dos usuários hoje estava acostumado com  automóvel de cambio mecânico e, portanto, como este tipo de transmissão não exige maiores cuidados de lubrificação, os proprietários pensam erradamente que o veiculo com transmissão automática também é assim.

É necessário verificar regularmente o nível e a condição do fluido, pois como ele exerce várias funções no cambio automático, tem vida útil limitada e deve ser substituído regularmente, diferentemente do fluido da transmissão mecânica.

Poucas coisas reduzem a eficiência e longevidade da transmissão mais do que um fluido deteriorado ou com nível baixo. Se o seu veículo possui vareta de verificação de nível, verifique o nível da transmissão pelo menos uma vez por mês. Fique atento também a vazamentos no piso da garagem.

Uma maneira de manter sua transmissão em boas condições de funcionamento é verificar e substituir o fluido ATF regularmente.

Faça manutenção periódica na transmissão

A troca regular do fluido e do filtro pode aumentar em muito a vida útil de sua transmissão. De fato é o procedimento com a relação custo benefício mais efetivo disponível. Como sabemos, o fluido em uma caixa automática executa várias funções tais como lubrificar, limpar, transferir calor e força, vedar e, portanto, diferentemente de uma transmissão manual, onde praticamente ele só lubrifica, necessita de troca regular, pois se deteriora após certo tempo de uso.

Instale um filtro adicional na linha de arrefecimento

Enquanto o filtro interno da transmissão usualmente realiza um bom trabalho de remover a sujeira e partículas provenientes do trabalho da transmissão, um filtro extra na linha de arrefecimento é uma ótima maneira de se certificar de remover todas as partículas abrasivas que possam danificar a transmissão de seu veículo.

Verifique a pressão dos pneus de seu carro

Acredite ou não, a pressão baixa dos pneus pode roubar quilômetros de seu tanque de combustível, desgastar os pneus, comprometer outros componentes do carro e especialmente da transmissão. A carga extra causada pela baixa pressão dos pneus pode encurtar seriamente a vida de sua transmissão. Verifique a pressão dos pneus pelo menos uma vez ao mês, e mantenha-os dentro da pressão recomendada pelo fabricante do veículo.

Acredite ou não, poucas coisas têm um efeito tão grande na vida útil da transmissão e do veículo em geral do que simplesmente manter os pneus corretamente calibrados.

A causa mais comum de falhas em uma transmissão automática é o calor

Podemos tirar mais quilômetros de um câmbio reduzindo o calor que é gerado durante a operação normal. Aqui seguem algumas dicas para reduzir o calor, e ajudar a transmissão automática a rodar muitos quilômetros a mais:

  • Evite saídas violentas – Acelerações fortes criam muito atrito na transmissão. Pise leve no acelerador e sua transmissão durará mais.
  • Ajude as mudanças – Muito do atrito e desgaste na transmissão ocorre durante as mudanças. Saiba quando sua transmissão executa as mudanças normalmente. Então, um pouquinho antes dela ocorrer, alivie o pé do acelerador só um pouquinho. Isto reduzirá a carga sobre as embreagens e freios internos e eliminará muito do atrito durante a mudança de marcha.
  • Mantenha o sistema de arrefecimento em boa forma – O radiador do seu veículo também retira o calor da transmissão. Danos pelo calor poderão ocorrer na transmissão muito antes do motor apresentar superaquecimento. Assim, uma manutenção preventiva do sistema de arrefecimento do carro poderá auxiliar a transmissão a funcionar mais fria, e durar mais.
  • Instale um radiador auxiliar – Se você viaja regularmente enfrentando temperaturas extremamente altas ou carrega muito peso no carro ou picape, um radiador auxiliar da transmissão é uma boa maneira de reduzir o calor gerado e adicionar anos à vida da sua transmissão automática.

A APTTA Brasil – Empresa dedicada ao reparo e treinamento de técnicos de transmissão automática, terá prazer em orientá-lo nestes assuntos, basta entrar em contato conosco.

APTTA Brasil – Associação de Profissionais Técnicos em Transmissão Automática

www.apttabrasil.com

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *