Série: O que todo “Dono” de oficina deveria saber, antes de abrir o seu negócio – Revista Reparação Automotiva

Série: O que todo “Dono” de oficina deveria saber, antes de abrir o seu negócio

Série: O que todo “Dono” de oficina deveria saber, antes de abrir o seu negócio

Olá Pessoal, seguindo nossa caminhada rumo a uma ampla reflexão sobre conceitos que talvez você tenha sobre o que é ser empresário, e através desta reflexão possa sim estar mudando alguns conceitos para obter melhores resultados. Nossa caminhada está baseada na seguinte premissa: O que todo “dono” de oficina deveria saber antes de abrir seu negócio!

Quinta dica: O maior poder que você pode ter na sua empresa não é o título de empresário, mas sim a habilidade de influenciar as pessoas a se alinharem aos objetivos e metas da sua empresa. Muitos empresários se frustram pois pensam que a regra é simples, “eu mando, você obedece”, mas na prática percebem que não é bem assim, e acabam não conseguindo alinhar as pessoas ao básico que são as principais regras da empresa, e claro que na dinâmica do dia-a-dia corrido do empresário ele acaba aceitando essa condição e o problema só aumenta, tendo uma equipe pouco alinhada ele se torna além de empresário um “bombeiro” que vive apagando fogo (erros nos processos). Na caminhada de mais de 15 anos de consultoria em oficinas, posso afirmar que a maior parte dos problemas que encontrei estavam relacionados a falta de alinhamento entre equipe e empresa. Podemos considerar hoje que o alinhamento da equipe aos objetivos da empresa é a principal premissa para o sucesso desta, mas por que não é dada devida atenção? Particularmente considero uma consequência do perfil da maior parte dos empresários do setor de reparação, baixo ou nenhum conhecimento sobre gestão de negócios. Por não desenvolverem essa habilidade acabam não tendo segurança em realizar ajustes necessários na conduta da equipe, e também claro muitas vezes são reféns de funcionários que ocupam posições estratégicas (técnicas e ou administrativas) que não querem se alinhar, criando assim um clima de instabilidade e potencial perda de desempenho da empresa, com receio de perder esses profissionais o empresário aceita a condição, de “fazer o que dá”. 

Quando a empresa se encontra neste cenário, minha orientação ao empresário é “repatriar a empresa”, sendo assim, seja o “Dono do seu negócio”, se as pessoas não se alinharem aos objetivos e metas da sua empresa, não existe motivo de estarem trabalhando nela. Claro que é um processo planejado, se avalia vários fatores antes de tomar qualquer decisão, pois acredite é necessário ajustes na equipe e também na empresa, a falta de conceitos, ferramentas e processos de gestão muitas vezes impedem esse alinhamento.

Então se você quer ser um empresário bem sucedido, com uma empresa que tenha crescimento sustentável, oportunizando satisfação aos seus clientes e funcionários. Desenvolva a habilidade de influenciar pessoas, pois acredite você irá precisar.

Para receber mais dicas de gestão, siga nas redes sociais Instagram, Facebook e no YouTube Rodimar Marchiori. Participe do Grupo no Telegram, envie seu Nome, Cidade e Estado para o WhatsApp (48) 9 9959 9733.


por Rodimar Marchiori / Diretor da Marchiori Consultoria

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *